Tom: C
		
Intro: Dm G C F Dm E Am A7

        Dm G C F Dm E Am
E|------0--1--0--1--0--1---------------0-----0-----0---------|
B|---3--------------------1--0---1--3-----3-----3-----0------|
G|-------------------------------------------------------2---|
D|-----------------------------------------------------------|
A|-----------------------------------------------------------|
E|-----------------------------------------------------------|



E|---------------------------------------0--0h3p0------------|
B|---0--1--2--1--2--1--2-----------0--1----------------------|
G|------------------------2--1--2----------------------------|
D|-----------------------------------------------------------|
A|-----------------------------------------------------------|
E|-----------------------------------------------------------|



E|------0--1--0--1--0--1---------------0-----0-----0---------|
B|---3--------------------1--0---1--3-----3-----3-----0------|
G|-------------------------------------------------------2---|
D|-----------------------------------------------------------|
A|-----------------------------------------------------------|
E|-----------------------------------------------------------|


                                           Am
E|-----------------------------------------0-----------------|
B|---0--1--2--1--2--1--2-----------0--1----1-----------------|
G|------------------------2--1--2----------2-----------------|
D|-----------------------------------------2-----------------|
A|-----------------------------------------0-----------------|
E|-----------------------------------------------------------|


Am                                        G
Doente de amor procurei remédio na vida noturna.
               F                              E7   A7
Como a flor da noite em uma boate aqui na zona sul.
          Dm                               Am
A dor do amor é com outro amor que a gente cura.
            E7                             Am     A7
Vim curar a dor deste mal de amor na boate azul.
           Dm                                     Am
E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora.
       E7                                 Am      A7
Os integrantes da vida noturna se foram dormir.
            Dm                                   Am
E a dama da noite que estava comigo também foi embora.
               F                E7            A
Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair.

            E                   D              A
Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou.
                                E             D                A
Muito vagamente me lembro que estou. Em uma boate aqui na zona sul
          E             D                  A
Eu bebi demais e não consigo me lembrar se quer.
                          E               D     E        A
Qual era o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul.

( Dm  G  C  F  Dm  E7  Am  A7 )

           Dm                                     Am
E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora.
       E7                                 Am      A7
Os integrantes da vida noturna se foram dormir.
            Dm                                   Am
E a dama da noite que estava comigo também foi embora.
               F                E7            A
Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair.

            E                   D              A
Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou.
                                E             D                A
Muito vagamente me lembro que estou. Em uma boate aqui na zona sul
          E             D                  A
Eu bebi demais e não consigo me lembrar se quer.
                          E               D     E        A
Qual era o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul.
508.517 exibições

Comentários 6

  • dejesus.60 dejesus.60: Postado em 14/09/2014 21:02

    O clip aqui apresentado é com a dupla Joaquim e Manuel e não com joão mineiro e Marciano. Quanto ao ritmo, trata-se de uma guarãnia

  • jvfig jvfig: Postado em 22/12/2013 13:22

    toma no cu musica chata da porra meu pai fica falando pra eu toca q desgraça

  • Guilherme Guilherme: Postado em 08/08/2013 08:58

    Wizy, eu toco na valsa rancheira e da mto certo, essa música é um marco na história das raízes,gosto mto dela

  • mateusramos mateusramos: Postado em 11/06/2012 20:44

    a batida é cima baixo cima baixo

  • wizy wizy: Postado em 28/05/2012 17:23

    Estou com dificuldade no ritmo, sera q alguém poderia me dar uma ajuda?

  • chokkito chokkito: Postado em 27/10/2011 17:06

    é um solo bem legal de se tocar

Composição: Benedito Seviero e Thomaz.
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: lailsonsouza Correções: tontec11 e mais 1 »
Exibir acordes »
publicidade
fechar