A poesia e eu

Catedral

 Catedral
Tom: G
		
RIFF 1				         RIFF 2

		                 base (Em    G   D   A)	
E||-------||--------------------|| ||-----0-----|--2-----||
B||-------||--------------------|| ||-----------|-3---2--||
G||-------||----------------2---|| ||----0------|------2-||
D||-------||----------------0-2-|| ||---2-------|--------||
A||-------||-2-2--------2-2---0-|| ||-----------|--------||
E||-12----||-O-3--3-5-3-0-3-----|| ||--0--------|--------||


REFRÃO RIFF 3

    D           C       (Palhete para baixo, ouça a música e perceba com se faz)
D||-7-7-7-7-7-7-5-5-5-5-5-5-||
A||-5-5-5-5-5-5-3-3-3-3-3-3-||
E||-------------------------||


INTRODUÇÃO: (deslize a nota da casa 12 em direção a casa 1 e toque duas vezes o riff 1)

RIFF 2
Eu sou letra simples
RIFF 2		
Minha caligrafia 
RIFF 2
Sou eu Um suburbano,
RIFF 2 
com fé e rebeldia

RIFF 1
Visionário, estrangeiro de um país
RIFF 1
Operário sem medo de ser feliz
RIFF 1
De olhos castanhos a olhar pro céu
RIFF 1
Panfletando a minha arte e minha raiz

REFRÃO
RIFF 3
Por isso a poesia não me abandonou, nunca
RIFF 1
Me deixou
RIFF 3                             2X RIFF 1 
Por isso a poesia não me abandonou

 RIFF 2
Eu, somente eu
 RIFF 2
Escrito por mim sozinho
 RIFF 2 
Ninguém mais do que eu
 RIFF 2
Minha voz, sou eu sozinho

RIFF 1
De fato é difícil conviver assim
RIFF 1
Com tudo aquilo que eu quero de mim
RIFF 1
De fato é pesado ter que aceitar
RIFF 1
Toda a realidade que sinto no ar

REFRÃO
RIFF 3
Por isso a poesia não me abandonou, nunca
RIFF 1 
Me deixou
RIFF 3                               2X RIFF 1 (SOLO) REFRÃO 
Por isso a poesia não me abandonou



Obs: no riff 1 utilize som sujo, eu utilizo over-drive,
     e no riff 2 utilize som limpo com delay e chorus,
     não sei bem qual a regulagem apenas regulo tentando
     aproximar o possível do som original.
57.554 exibições

Comentários 0

Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar