Cifra Club

Saiba como escolher o amplificador de guitarra!

Não tem jeito, não dá pra saber como escolher o amplificador de guitarra ideal sem se cercar de informações e dedicar um tempinho à pesquisa. Primeiramente, precisamos lembrar que uma guitarra elétrica é praticamente uma venda casada. Em outras palavras, não basta comprar o instrumento, você precisa de outros equipamentos, incluindo um amplificador, pra fazer um som. 

Equipamentos que são amostras de como escolher um amplificador de guitarra
A guitarra e o amplificador são praticamente extensões um do outro (Foto/Pixabay)

De toda forma, você pode até ser um guitarrista à la Keith Richards e não ligar muito pra pedais. No entanto, um amplificador será obrigatório, não tem jeito. 

Pensando nisso, resolvemos escrever esse artigo com dicas pra você fazer uma boa escolha na hora de pegar um amp! Então, prepare o bolso, porque não dá pra pular esse item na sua lista de compras do setup.

5 dicas de como escolher o amplificador de guitarra ideal

Essas orientações são mais pra galera que tá começando e de repente pode estar um pouco perdida na hora de decidir o que comprar. Afinal, são muitas opções no mercado e muitos tipos de amplificadores a serem considerados. 

Aliás, se você está começando na caminhada, confira tudo sobre amplificadores para iniciantes. Enfim, chega de papo e vamos às dicas!

1. Se for comprar online, veja reviews

A propósito, aqui mesmo, em nosso canal do Youtube, você confere uma pá de reviews bacanas não só de amps, mas de guitarras, pedais, violões e afins. Se liga na playlist:

Então, assistir a vídeos de reviews é uma boa pra você sacar o som do equipamento e, além disso, se inteirar de suas funções e especificações técnicas.

Aliás, quando estiver pesquisando, dê preferência a reviews em que o youtuber esteja usando uma guitarra do mesmo modelo da sua. Afinal, adianta pouco ver um amp soando bem com uma Les Paul se você vai usá-lo pra tocar com sua strato.

Seja como for, não se esqueça também de vasculhar os comentários do vídeo, pois a galera sempre dá contribuições interessantes por ali. Além disso, é legal você dar atenção, sobretudo, aos comentários do pessoal que tem aquele amp. 

Eventualmente haverá comentários de users que compraram o produto e que estão felizes ou insatisfeitos com a compra. Essa é uma boa forma de você achar opiniões sinceras sobre o ampli.

2. Se for comprar o amplificador em loja física, leve sua guitarra

Essa é uma das vantagens de se comprar equipamentos em lojas físicas, você pode testar e ouvir o som ali na hora. Além disso, há questões como incentivar o comércio local e a cena musical de sua cidade. 

Na verdade, esse método tem uma vantagem sobre os video reviews. Isso porque nos vídeos a amostra que você terá do som do amplificador depende de vários fatores. 

Loja de instrumentos musicais
Se for comprar seu amplificador em loja de instrumentos, leve a sua guitarra (Foto/PxHere)

Sobretudo do tipo de captação e tratamento do áudio do material e das respostas de frequências das caixas ou dos fones que você está usando. Então, não dá pra ter uma experiência tão fidedigna quanto ouvir e ver presencialmente o ampli ligado na sua guitarra. 

Essa é a situação ideal, pois dá pra sacar a dinâmica entre o instrumento e o amp. Ou seja, já dá pra sentir na hora se será amor à primeira vista ou não.

3. Veja quais recursos você realmente precisa

Primeiramente, pense no setup que você já tem. Por exemplo, se já tem uma pedaleira ou pedais analógicos, talvez um amp modulador cheio de efeitos não seja tão negócio pra você. 

Nesse sentido, talvez valha mais a pena um combo ou stack com canal limpo, drive e reverb. Dessa forma, tudo dependerá de como essa nova peça vai agregar ao seu setup.

Guitarrista observa seu set completo: pedalboard, guitarra, amplificador e cabos
A configuração do setup influencia bastante na escolha do amplificador (Foto/Pixabay)

Por outro lado, pode ser que você esteja atrás de um amp pra fazer as vezes de um módulo de efeito também. Nesse caso, um equipamento com mais recursos e parâmetros de ajustes pode ser ideal.

Aliás, com ajuda de uma pedaleira midi ou pedal de footswitch você pode até controlar esses efeitos do amplificador no palco.

Enfim… o que não pode é pagar caro para ter recursos que não fazem sentido no seu set ou que você nem vai usar.

4. De que potência você precisa?

Essa é uma questão importante também. Afinal, nem sempre a maior potência é o melhor som. Em situações de gravação em estúdio, por exemplo, tirar som de amps valvulados muito potentes, tipo um Marshall JCM 900, é bem mais difícil.

Por mais que esse monstro tenha um timbre absurdo, vai demandar mais de tratamento e isolamento acústico na sala. Logo, usá-lo em Home Studio então… é dor de cabeça na certa. Sua e de seus vizinhos.

Por outro lado, amplificadores de guitarra com pouca potência também podem ser um problema. Afinal, quem toca em banda sabe que competir com um baterista enfurecido não é nada fácil. 

Em outras palavras, se o cara senta a mão na batera seu amp de 20 watts não vai deixar sua guitarra aparecer na mix do ensaio. 

Por isso, o ideal na maioria dos casos é um meio termo. Por exemplo, os combos de 40 ou 65 Watts costumam ser mais versáteis, pois funcionam bem na maioria das situações. O que nos leva ao próximo item.

5. O tamanho do falante influencia ?

O tamanho do falante é um dos fatores fundamentais sobre como escolher o amplificador de guitarra de forma ideal. No entanto, uma galera negligencia a análise desse componente na hora da compra. Seja como for, vale muito a pena se ligar no tipo de falante do amp.

Os tamanhos de 10 e 12 polegadas, por exemplo, são o standard nos amps mais profissionais porque entregam maior definição de médio graves. 

Amplificadores de diferentes tamanhos
A dimensão dos falantes dizem bastante sobre a escola de amplificadores (Foto/PxHere)

Claro que há outras questões a se considerar nesse caso, como o tipo de abertura da caixa e tamanho do gabinete. Mas, caso queira investir em um amp que ainda será bastante útil quando você começar a tocar com banda, vale a pena pegar um amp com falantes nessa configuração.

Já os falantes de tamanho menor, de 6,5” ou 8”, costumam estar presentes em cubos mais baratos. Eles terão pouco volume e definição, no entanto, servem bem pra uso em pequenos ambientes e estudo.

Venha estudar na Cifra Club Academy

Esperamos que esses toques de como escolher o amplificador de guitarra te ajudem a fazer uma boa compra. Mas agora que você já tem a guita e o amp, que tal aprender a tirar o máximo do seu instrumento?

Para isso, te convidamos a estudar música no Cifra Club Academy, a plataforma de EAD de música mais completa do Brasil.

Por lá, você consegue organizar os estudos no seu tempo e no conforto da sua casa. Para melhorar tudo, o preço cabe no seu bolso. Além do mais, as aulas carregam o padrão Cifra Club de qualidade e dedicação!

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK