Cifra Club

The Jester Race

In Flames

Letra
Selo Cifra Club: esta cifra foi revisada para atender aos critérios oficiais da nossa Equipe de Qualidade.

Rush faster on the one-way lane
the answers so silent

Rysty gods in their machine-mind armours
grind our souls in the millstone of time
the "deathbed harvest" is a dead man´s banquet
of mould ridden bread and black, poisoned wine

And we go... our step so silent
And we go... our blooded trace
the Jester Race

Calling our to the gathered masses
their answers so silent

And we go...

Embracing the tools of the neo-wolf age
that speak of silence and silence alone

Offering the tokens, the reliced idols
to the heirs of the newly raped ground
inferior even to the transparent winds
- lesser in motion and sound

And we go...

There is no trace of me
in their altered blueprints of life

Gala impaled on their horns and lances
the fumes from her body give chase
as the strong of blind men savour the scent,
dream-dead from Prosaic and hate

-epilogue-

"Sunwind strokes the ElectroHeart,
ignition roars through the corridors,
stream launching the binary vessels"

Vanities in extreme formations
ride into tomorrow´s rigid great face
The Machinery outlives the futile scripts
of our dying jester race

Apresse mais rapidamente na pista de uma só mão
As respostas tão silenciosas
Deuses nas suas armaduras enferrujadas de mentes controladas
Destrua nossas almas com esses fardos pesados de tempo
A " colheita " do leito de morte é o banquete de homem morto
O molde de um pão e um vinho preto envenenado

E nós vamos .. nossos passos tão silencioso
E nós vamos .. nosso rastro de sangue
A corrida do bufão


Nos chamando para fazer parte da massa
As respostas deles são silenciosas

E nós vamos...

Abraçando as ferramentas da nova era
Aquela fala do silêncio e o silêncio sozinho

Oferecendo os símbolos, os ídolos,
Para os herdeiros do chão recentemente violentado
Inferior até mesmo para os ventos transparentes
Menos em movimentos e sons

E nós vamos...


Não há nenhum rastro meu
Nas fotocópias azuis alteradas da vida deles

A Terra empalou nos chifres deles e nas lanças
Para fumos do corpo dela
Como a multidão de mente cegas, o cheiro
Sonhos mortos de ódio

"Golpes de vento e de sol o coração de elétrico,
Ignição ruge pelos corredores,
Lançamento de fluxo dos recipientes binários"

Vaidade em formações extremas
Monte amanha nos manuscritos fúteis e rígidos
De nossa corrida agonizante

Outros vídeos desta música
    4 exibições

    Afinação da cifra

    Afinador online

    0 comentários

    Ver todos os comentários

    Entre para o Cifra Club PRO

    Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

    • Chega de anúncios

    • Mais recursos no app do Afinador

    • Atendimento Prioritário

    • Aumente seu limite de lista

    • Ajude a produzir mais conteúdo

    Cifra Club Pro

    Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
    Cifra Club Pro
    Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
    OK