Cifra Club

Menino da Porteira

Sérgio Reis

Cifra: Simplificada
exibições 165.228
Tom: D
D                                             A
Toda vez que eu viajava pela Estrada de Ouro Fino
                                      D
de longe eu avistava a figura de um menino
                                                 A
que corria abrir a porteira e depois vinha me pedindo:
                                                  D
- Toque o berrante seu moço que é pra eu ficar ouvindo.
  G                                      A
Quando a boiada passava e a poeira ia baixando,
                                D
eu jogava uma moeda e ele saía pulando:
                                           A
- Obrigado boiadeiro, que Deus vá lhe acompanhando
                                            D
pra aquele sertão à fora meu berrante ia tocando.
                                                A
Nos caminhos desta vida muitos espinhos eu encontrei,
                                                  D
mas nenhum calou mais fundo do que isso que eu passei
                                             A
Na minha viagem de volta qualquer coisa eu cismei
                                        D
Vendo a porteira fechada o menino não avistei.
 G                                          A
Apeei do meu cavalo e no ranchinho a beira chão
                                            D
Ví uma mulher chorando, quis saber qual a razão
                                           A
- Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão!
                                            D
Quem matou o meu filhinho foi um boi sem coração!
                                            A
Lá pras bandas de Ouro Fino levando gado selvagem
                                          D
quando passo na porteira até vejo a sua imagem
                                           A
O seu rangido tão triste mais parece uma mensagem
                                            D
Daquele rosto trigueiro desejando-me boa viagem.
                                          A
A cruzinha no estradão do pensamento não sai
                                          D
Eu já fiz um juramento que não esqueço jamais
                                              A
Nem que o meu gado estoure, e eu precise ir atrás
                                            D
Neste pedaço de chão berrante eu não toco mais.
Acordes para:
    Composição: Teddy Vieira / Luizinho Colaboração e revisão:
    • Rubens Deodati
    • Rodrigo
    • pedro ramos

    0 comentários

      mostrar mais comentários

      Conseguiu tocar?

      28tocaram3ainda não

      Grave um vídeo tocando Menino da Porteira e mande pra gente!

      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        OK