Sozinho Na Noite

Bruno e Marrone

 Bruno e Marrone
Tom: C
		
Introdução:F E7 Am E7 Am F E7 Am G 
 
             C 
A lua é testemunha, que o âmago da alma 
              Em 
Embuido de calma abraça uma  
Am                Dm        A7 
saudade põe-se a cantar 
   Dm                                    G 
Estrelas cintilantes,    que dançam céu á fora 
F                   G                             C    G
Refletem na viola a sensibilidade de quem sabe amar 
 
   C                                         (Bater uma vez) 
As mãos ás vezes tensas, se apegam uma á outra 
  Em                        Am                           Dm 
Procuram controlar memórias amorosas que o tempo atiçou 
           F  G                      C  Am 
As marcas do passado   amargam minha mente 
  Dm                        G                      C    E7 
De forma comovente, fiz triste a canção e a noite chorou 
 
      Am		                          Dm 
Sozinho na noite feito um vagabundo e louco de amor 
	  G 
Faço das janelas meu palco de shows 
	         C    Am 
Me encolho me humilho e canto o que sou 
          Dm	               Am 
Um caso perdido um amante da lua 
        E7                       Am 
Um incompreendido, um lixo da rua 
                  Dm                     Am 
É que sou poeta e poeta é louco 
           E7                   Am  G 
Tem amor demais, tem de tudo um pouco 
 
            C 
Tem sede de justiça, esperança no vento 
    Em                        Am                 Dm    A7 
E crê que em breve tempo, o tempo de tristeza poderá findar 
         Dm                              G 
Tem medo da inveja    por saber que a poesia 
   F                          G                       C   G
Transmite alegria e muita gente má deturpa por pesar 
 
   C                                            (Bater uma vez) 
Tem as reflexões, tem medos, tem virtudes 
     Em                 Am                          Dm 
Tem paz nas atitudes por ter ideal tem ódio na explosão 
                   F G                      C  Am 
Tem pensamentos próprios,     tem sede de igualdade  
 Dm                   G                             C  E7 
Fé na sinceridade, febre de direito e defende a razão. 
 
           Am		                         Dm 
Sozinho na noite feito um vagabundo e louco de amor 
            G 
Faço das janelas meu palco de shows 
           C    Am 
Me encolho me humilho e canto o que sou 
  Dm	               Am 
Um caso perdido um amante da lua 
 E7                       Am 
Um incompreendido, um lixo da rua 
 Dm                     Am 
É que sou poeta e poeta é louco 
 E7                                  Am   
Tem amor demais, tem de tudo um pouco 
 
  Dm	               Am 
Um caso perdido um amante da lua 
    E7                       Am 
Um incompreendido, um lixo da rua 
     Dm                     Am 
É que sou poeta e poeta é louco 
   E7                        Am   
Tem amor demais, tem de tudo um pouco 
 
  Dm                      Am 
É que sou poeta e poeta é louco 
E7                              F   E7  Am 
Tem amor demais, tem de tudo um pouco.
22.729 exibições

Comentários 0

Composição: Moisés Manuel / Mauro C. Lima
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Rafaela
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar