Cifra Club

Aprenda

Cartas Entrelazadas

Auryn

Cartas Entrelaçadas

Ainda não temos a cifra desta música.

Una tarde sin fin, un telefono
Un espejo que no deja de esperar
Unos labios sin beso
Una pareja sin sexo
Una parada de más

Una historia que no existe todavía
Unas cartas recordando nuevos días
Un abrazo que no tiene salida
Un porqué camuflado en ironía

No puedo describirte
No puedo siquiera nombrarte
Sólo son líneas que caen sobre el papel
Intentando dibujarte

Una parcela de cielo en la tierra
El mundo entero en tu regazo
Una puerta por la que siempre pasar
Un billete de ida para huir de la rutina

Un mirador con vistas al infinito
Este insomnio placentero
El olor de la ansiedad sobre mi almohada
Una última caricia en mi ciudad callada, no

No puedo describirte
No puedo siquiera nombrarte
Sólo son líneas que caen sobre el papel
Intentando dibujarte

No puedo describirte
No puedo siquiera nombrarte
Sólo son líneas que caen sobre el papel
Intentando dibujarte

Una pregunta que aún no quiero entender
Una respuesta en tu mirada
Un mar de aceite que me vuelve a sorprender
Cuando en mi vida haces tu entrada, no

No puedo describirte
No puedo siquiera nombrarte
Sólo son líneas que caen sobre el papel
Intentando dibujarte

No puedo describirte
No puedo siquiera nombrarte
Sólo son líneas que caen sobre el papel
Intentando dibujarte

Uma tarde sem fim, um telefone
Um espelho que não parar de esperar
Lábios sem beijo
Um casal sem sexo
Uma parada mais

Uma história que ainda não existe
Cartas lembrando os novos dias
Um abraço que não tem saída
Um porquê camuflado em ironia

Eu não posso descrever
Eu não posso nem citar você
São apenas linhas que caem sobre o papel
Tentando atrair você

Um pedaço do céu na terra
O mundo inteiro em seu colo
Uma porta pela qual sempre passar
Um único bilhete para fugir da rotina

Uma varanda com vista para o infinito
Esta insônia agradável
O cheiro de ansiedade no meu travesseiro
Uma última caricia, na minha cidade calma, não

Eu não posso descrever
Eu não posso nem citar você
São apenas linhas que caem sobre o papel
Tentando atrair você

Eu não posso descrever
Eu não posso nem citar você
São apenas linhas que caem sobre o papel
Tentando atrair você

Uma questão que ainda não quero entender
Uma resposta em seus olhos
Um mar de petróleo continua a surpreender-me
Quando na minha vida você faz a sua entrada, não

Eu não posso descrever
Eu não posso nem citar você
São apenas linhas que caem sobre o papel
Tentando atrair você

Eu não posso descrever
Eu não posso nem citar você
São apenas linhas que caem sobre o papel
Tentando atrair você

Colaboração e revisão:
  • Bárbara Sotello

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK