Cifra Club

Aprenda

Chica de Humo

Emmanuel

Menina de Fumo

Ainda não temos a cifra desta música.

Aún yo no sé quién es
Lo deben saber mis pies
La siguen como las ratas
A la flauta de hamelin
Para perderla después
No quiero hablar de este tema
Pero es mi mayor problema
Ella está siempre empatada
A toda plana cada mañana
En el diario de mis penas

Ah, ah me entiende me tantea
Ah, ah se enciende coquetea
Se evapora

Y yo qué sé
Dónde va, dónde vive
Y todo está mal
Y siempre es igual
Y yo qué sé
Que no soy detective
La paso fatal

Mi chica de humo
Mi chica de humo

No escucha cuando hablo yo
Sus ojos dicen que no
Y luego me contradice
Por placer, para hacer
Que un día me ruborice

Yo ya dejé atrás los veinte
Y ella probablemente
No estamos para jugar
No me va a transformar
En crucigrama viviente

Ah, ah me entiende
Me tantea
Ah, ah me enciende
Coquetea se evapora

Y yo qué sé
Dónde va, dónde vive
Y todo está mal
Y siempre es igual
Y yo qué sé
Que no soy detective
La paso fatal

Mi chica de humo
Mi chica de humo

Y quién te crees que eres tú
Siempre tu, siempre igual
Y siempre está todo mal

Ah, ah me entiende
Me tantea
Ah ah se enciende
Coquetea se evapora

Y yo qué sé
Dónde va, dónde vive
Y todo está mal
Y siempre es igual
Y yo qué sé
Que no soy detective
La paso fatal

Mi chica de humo
Mi chica de humo

Y yo qué sé
Dónde va, dónde vive
Y todo está mal
Y siempre es igual
Y yo qué sé
Que no soy detective
La paso fatal

Mi chica de humo
Mi chica de humo

Eu ainda não sei quem são
Os que podem saber porque os meus pés
Seguem como fazem os ratos
A flauta de Hamelin
Para se perder depois
Eu não quero discutir este assunto
Mas é o meu maior problema
Ela está sempre na primeira página
Página completa em cada manhã
No diário das minha dores.

Ah, ah, me diga me toque
Ah, ah, se acenda, flerte
Evapore.

E eu não sei
Onde está, onde vive
E tudo está mal
E é sempre igual.
E eu não sei
Porque não sou detetive
A atitude fatal da

Minha menina de fumo
Minha menina de fumo

Ouça quando eu falo
Seus olhos dizem que não
E espero que estejam errados
Por prazer, para fazer
Me sentir envergonhado um dia.

Eu já deixei para trás meus vinte anos
E ela provavelmente
Não quer brincar comigo
E não quer me transformar
Num quebra-cabeça vivo

Ah, ah, me diga
Me toque ah, ah, se acenda
Flerte, evapore.

E eu não sei
Onde está, onde vive
E tudo está mal
E é sempre igual.
E eu não sei
Porque não sou detetive
A atitude fatal da

Minha menina de fumo
Minha menina de fumo

Quem você acha que é você
Sempre você, sempre igual
E sempre me faz mal.

Ah, ah, me diga
Me toque ah, ah, se acenda
Flerte, evapore.

E eu não sei
Onde está, onde vive
E tudo está mal
E é sempre igual.
E eu não sei
Porque não sou detetive
A atitude fatal da

Minha menina de fumo
Minha menina de fumo

E eu não sei
Onde está, onde vive
E tudo está mal
E é sempre igual.
E eu não sei
Porque não sou detetive
A atitude fatal da

Minha menina de fumo
Minha menina de fumo

Composição de María Lar/Mauro Malavasi
Colaboração e revisão:
  • ARTURO
  • Brenda

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK