Cifra Club

Aprenda

Ni Tú Ni Nadie

Fey

Nem Você, Nem Ninguém

Ainda não temos a cifra desta música.

Vuelvo a sorprender, la mañana que va
Lentamente bajando a la ciudad
Con el manto gris, de la lluvia de abril
Pies desnudos y el sol en los bolsillos
Cantando una nueva canción

Ni tú ni nadie podrá quitármelo de la mente
Ni tú ni nadie sabrá el daño que me hace a veces
Hay cosas del corazón, que la razón no entiende
Y duele, y duele, y duele

Hace tiempo ya que quedaron atrás
El olor y el sabor de tu recuerdo
Pero llevo aun, como rayos de luz
Esas cartas de amor que desde lejos
Detienen mi respiración

Ni tú ni nadie podrá quitármelo de la mente
Ni tú ni nadie sabrá el daño que me hace a veces
Hay cosas del corazón, que la razón no entiende
Y duele, y duele, y duele

Ni tú ni nadie podrá quitármelo de la mente
Hay cosas del corazón, que la razón no entiende
Y aquí estoy

Soy una cometa, siempre dispuesta a ir
A donde quiera que estés, no me olvides

Ni tú ni nadie podrá quitarmelo de la mente
Ni tú ni nadie sabrá el daño que me hace a veces
(Ni tú ni nadie podrá quitármelo de la mente) quitármelo de la mente
(Hay cosas del corazón, que la razón no entiende)
Ni tú ni nadie podrá quitarmele de la mente
(Y duele, y duele), y duele

Volto a me surpreender, a manhã que passa
Lentamente descendo para a cidade
Com o manto cinza, da chuva de abril
Pés descalços e o sol no bolso
Cantando uma nova canção

Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente
Nem você nem ninguém saberá o dano que me causa as vezes
Há coisas do coração, que a razão não entende
E dói, e dói, e dói

Faz algum tempo que ficou para trás
O cheiro e o sabor de suas lembranças
Mas ainda levo como raios de luz
Essas cartas de amor que de longe
Param minha respiração

Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente
Nem você nem ninguém saberá o dano que me causa as vezes
Há coisas do coração, que a razão não entende
E dói, e dói, e dói

Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente
Há coisas do coração, que a razão não entende
E aqui estou

Sou um cometa, sempre disposto a ir
Aonde quer que esteja, não me esqueça

Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente
Nem você nem ninguém saberá o dano que me causa as vezes
(Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente) tirá-lo da minha mente
(Há coisas do coração, que a razão não entende)
Nem você nem ninguém poderá tirá-lo da minha mente
(E dói, e dói), e dói

Composição de Mario Ablanedo
Colaboração e revisão:
  • Jean Carlos

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK