Cifra Club

Master Of The House

Les Miserables

O Dono da Casa

Ainda não temos a cifra desta música.

My band of soaks, my den of dissolute's
My dirty jokes, my always pissed as newts
My sons of whores spend there lives in my inn,
Homing pigeons homing in
They fly through my doors,
And they crawl out on all fours

Welcome, Monsieur, sit yourself down
And meet the best innkeeper in town
As for the rest, all of 'em crooks:
Rooking their guests and cooking the books
Seldom do you see
Honest men like me
A gent of good intent
Who's content to be

Master of the house, doling out the charm
Ready with a handshake and an open palm
Tells a saucy tale, makes a little stir
Customers appreciate a bon-viveur
Glad to do a friend a favor
Doesn't cost me to be nice
But nothing gets you nothing
Everything has got a little price!

Master of the house, keeper of the zoo
Ready to relieve 'em of a sou or two
Watering the wine, making up the weight
Pickin' up their knick-knacks when they can't see straight
Everybody loves a landlord
Everybody's bosom friend
I do whatever pleases
Jesus! Won't I bleed 'em in the end!

Master of the house, quick to catch yer eye
Never wants a passerby to pass him by
Servant to the poor, butler to the great
Comforter, philosopher, and lifelong mate!
Everybody's boon companion
Everybody's chaperone
But lock up your valises
Jesus! Won't I skin you to the bone!

Food beyond compare. Food beyond belief
Mix it in a mincer and pretend it's beef
Kidney of a horse, liver of a cat
Filling up the sausages with this and that
Residents are more than welcome
Bridal suite is occupied
Reasonable charges
Plus some little extras on the side!
(Oh Santa!)

Charge 'em for the lice, extra for the mice
Two percent for looking in the mirror twice
Here a little slice, there a little cut
Three percent for sleeping with the window shut
When it comes to fixing prices
There are a lot of tricks I knows
How it all increases, all them bits and pieces
Jesus! It's amazing how it grows!

(Oh, sorry love
Let's get something done about that)
I used to dream that I would meet a prince
But God Almighty, have you seen what's happened since?

Master of the house? Isn't worth my spit!
Comforter, philosopher' and lifelong shit!
Cunning little brain, regular Voltaire
Thinks he's quite a lover but there's not much there
What a cruel trick of nature landed me with such a louse
God knows how I've lasted living with this bastard in the house!

Master of the house!
Master and a half!
Comforter, philosopher
Don't make me laugh!
Servant to the poor, butler to the great
Hypocrite and toady and inebriate!

Everybody bless the landlord!
Everybody bless his spouse!

Everybody raise a glass
Raise it up the master's arse
Everybody raise a glass to the Master of the House!

Meu bando de embriagados, meu covil de dissolutos
Minhas piadas sujas, meus bêbados tão estúpidos
Meus filhos de prostitutas que passam a vida em minha pousada
Pombos-correios guiados para casa
Eles voam através das minhas portas
E eles rastejam nos quatro membros

Bem-vindo, Senhor, sente-se
E satisfaça o melhor hospedeiro da cidade
Quanto ao resto, todos eles trapaceiros
Roubando seus hóspedes e fraudando a contabilidade
Raramente você vê
Homens honestos como eu
Um senhor de boas intenções
Que se contenta em ser

O dono da casa, distribuindo charme
Pronto com um aperto de mão e a palma aberta
Conta um conto picante, cria um pouco de agitação
Os clientes apreciam um bon vivant
Fico feliz em fazer um favor a um amigo
Não me custa nada ser bom
Mas nada que te faz é nada
Tudo tem um pequeno preço!

O dono da casa, o guardião do zoológico
Pronto para aliviar deles um vintém ou dois
Aguando o vinho, suprimindo o peso
Pegando as suas bugigangas quando não estão olhando direito
Todo mundo adora um senhorio
Amigo do peito de todos
Eu faço o que quer que agrade
Jesus! Não vou sangrá-los, por fim!

O dono da casa, ligeiro para chamar sua atenção
Nunca quer que um transeunte passe por ele
Servo para o pobre, mordomo para o rico
Consolador, filósofo e companheiro para toda a vida!
Companheiro de todos os benefícios
Acompanhante de todos
Mas tranquem suas valises
Jesus! Não vou te esfolar até os ossos

Comida além da comparação. Comida além da crença.
Misture no triturador e finja que é carne
O rim de um cavalo, o fígado de um gato
Enchendo as salsichas com isso e aquilo
Moradores são mais do que bem-vindos
A suíte nupcial está ocupada
Taxas razoáveis
Além de alguns extras à margem
(Oh, Papai Noel!)

Um custo pelos piolhos, um extra pelos ratos
Dois por cento para se olhar duas vezes no espelho
Aqui uma pequena fatia, lá um pequeno corte
Três por cento para dormir com a janela fechada
Quando se trata de fixar preços
Há um monte de truques que eu conheço
Como tudo aumenta, todas as tralhas deles
Jesus! É incrível como isto cresce!

(Oh, desculpe amor
Vamos fazer algo a respeito)
Eu costumava sonhar que iria conhecer um príncipe.
Mas Deus Todo Poderoso, viu o que aconteceu desde então?

O dono da casa? Não vale meu cuspe!
Consolador, filósofo e um merda para toda vida!
Pequeno cérebro de astúcia, um Voltaire comum
Pensa que é um grande amante, mas não tem muita coisa lá...
Que cruel brincadeira da natureza me enterrar com este piolho
Deus sabe como é duro viver com este bastardo dentro de casa!

O dono da casa!
Dono e meio!
Consolador, filósofo
Não me faça rir!
Um servo para o pobres, um mordomo para os ricos
Hipócrita e bajulador e embriagado

Todos abençoam o senhorio!
Todos abençoam sua esposa!

Tudo mundo erga um copo
Erga para a bunda do dono
Todos ergam um copo do dono da casa

exibições 2
Colaboração e revisão:
  • Flávia Domingues
  • Marco Campos

0 comentários

mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK