Enviar cifraEntrar

Curso online de contra-baixo

Leitura Rítmica II

Tudo bom com vocês?

Nesta aula daremos prosseguimento ao tema leitura rítmica só que desta vez acrescentaremos a leitura de semicolcheias e também fórmulas de compasso diferentes, como por exemplo 3/ 4 e 5/4.

Primeiro falaremos sobre as semicolcheias. Lembrem-se que elas equivalem a ¼ de tempo podendo assim ser tocadas 4 por batida. No caso de um compasso de 4 tempos (batidas), teremos seu preenchimento dado através de 16 notas (4x4).

Para facilitar este entendimento, aprendi o método do “TA KA DI MI” onde solfejamos (cantamos) cada sílaba para as semicolcheias completando o ta ka di mi a cada batida.

Veja o exemplo:


Para que esteja correto o solfejo, sempre que ocorrer a batida devemos estar na sílaba “ta”. Para vocês terem uma noção de como é fácil, façam o seguinte: façam uma batida (pode ser com a mão na perna mesmo) e a cada batida da mão cantem “takadimi” e não podem haver espaços ou nota prolongadas. Pronto estão solfejando em semicolcheias. Posteriormente podem substituir as sílabas do ta ka di mi por simplesmente ta ta ta ta.

Mas e no caso de uma colcheia seguida de duas semicolcheias, como eu solfejo?
Fácil, basta prolongar a sílaba referente a colcheia e depois respeitar as sílabas seguintes, como nos exemplos a seguir:




O mesmo princípio pode ser usado no caso de colcheias, mas como “cabem” apenas 2 por batidas, as sílabas usadas devem ser apenas TA KA.

Agora falaremos sobre diferentes fórmulas de compassos.

Sabemos que no caso de um 4/4 devemos sempre contar 1 2 3 4 1 2 3 4 (dúvidas, re-vejam a aula anterior), mas e se a fórmula for de ¾ como deve ser contado? Apenas conte até três, ficando 1 2 3 1 2 3 1 2 3.


Note que no primeiro compasso a nota transcrita é uma mínima com um pequeno ponto o lado (denomina-se mínima pontuada). Este ponto se chama ponto de aumento e aumenta METADE DO VALOR DA NOTA. Como no caso dado temos uma mínima que vale 2 tempos, soma-se mais metade dela, ou seja, 1 tempo resultando assim na duração (somada) de 3 tempos.
2 + metade(1) = 3

Se no exemplo tivéssemos uma semínima pontuada, a conta seria a seguinte:
1 + metade(1/2) = 1 ½

Não coloquei neste exemplo nenhuma semibreve porque a mesma vale 4 tempos e como o compasso é em ¾ ela “estouraria” o valor do mesmo. O caso contrário também seria errado, com a inclusão de uma mínima (2 tempos) e assim a falta de um tempo para preencher os 3 do mesmo.

No caso do 2/4 contamos 1 2 1 2 1 2. Veja o Exemplo:

Neste a nota de maior valor que conseguiríamos colocar seria a mínima, pois ela já possue 2 tempos e completaria o compasso.

E por fim temos um exemplo em 5/4:

Neste caso a contagem é 1 2 3 4 5 1 2 3 4 5 1 2 3 4 5

Note que o primeiro compasso foi preenchido com uma semibreve (4 tempos) e em seguida com uma semínima (1 tempo) para que sua soma fosse igual a 5 tempos (novamente ressalto que o compasso deve ser sempre completo).

Ainda existem compassos compostos (6/8, 9/8, 7/16) mas eles serão tema de aulas futuras.

Exercícios
Chegou a hora de aplicar todo o conhecimento adquirido nesta aula através dos exercícios a seguir (sempre utilizando o metrônomo para um melhor resultado):

EXERCÍCIO 01

EXERCÍCIO 02

EXERCÍCIO 03

EXERCÍCIO 04

Partituras (transcrições e edições): Rafael Zara

Na próxima aula, leitura melódica...

O Rafael está organizando a comunidade e para isso a ajuda de vocês é importantíssima. Visitem e participem: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=11290630

Abraços e até lá...

Rodrigo Brizzi
rodrigobrizzi@gmail.com


Rodrigo BrizziRodrigo Brizzirodrigobrizzi@gmail.com

Rodrigo Brizzi é baixista formado pelo IB&T, professor e atua com as bandas Fool's Box, Kalango Kamikaze e Walk Main. Atualmente é o responsável pelo curso de baixo do site Cifra Club, colaborador da revista Cover Baixo, professor nos sites Baixista.com.br e tOquemaisbaixo. Seu e-mail é rodrigobrizzi@gmail.com e seus sites são www.myspace.com/rodrigobrizzi e rodrigobrizzi.wordpress.com

fechar
OK
Feedback