Cifra Club

Como aprender a tocar violão em 9 passos

Decidiu tirar aquele sonho do papel e investir em como tocar violão? Então, neste artigo, te daremos dicas primordiais para você começar no instrumento!

Mulher estudando formação de pestanas no violão sentada na cama
Aluna de violão treinando a formação de pestanas (Foto/Pexels)

Seja para acompanhar os amigos num churrasco, fazer um som na igreja ou até impressionar o crush, o violão é o instrumento ideal.

Super versátil, ele combina com a maioria dos estilos musicais. Além disso, é um instrumento bem prático, leve e que não ocupa muito espaço, o que o torna um companheiro ideal para diversas situações.

Por conta de todos esses benefícios apresentados, sabemos que você despertou o interesse em começar a tocar o instrumento. E é por isso que estamos aqui hoje, para que você inicie os estudos de violão da melhor maneira possível!

Como começar a tocar violão

Neste artigo, você vai conferir 9 dicas essenciais para aprender a tocar. Nossos conselhos vão desde como escolher o tipo de instrumento ideal até quais assuntos você precisa dominar para aprender como tocar violão.

Vamos às dicas?

1. Violão de aço ou nylon?

Antes de tudo, é preciso saber qual tipo de violão você vai tocar: de aço ou de nylon? Quem começa a praticar instrumentos de corda, normalmente sente dor nas pontas dos dedos da mão que pressiona as cordas. Até que os dedos calejem, a sensação vai ser incômoda.

Isso pode ser amenizado ao levar o instrumento para uma regulagem, em um luthier ou na loja onde você o adquiriu. O ajuste faz com que as cordas fiquem mais baixas, ou seja, mais próximas do braço do violão, o que facilita na hora de tocar.

As cordas de aço machucam mais os dedos, pois a tensão produzida por elas é maior, o que pode ser desconfortável. Em contrapartida, o volume produzido tende a ser bem mais elevado e estridente. 

Enquanto isso, as cordas de nylon são mais suaves, têm um volume menor e um som um pouco mais fechado ou pra dentro.

A dica é escolher a que casa melhor com seu gosto musical. Conseguir produzir timbres semelhantes às músicas que você curte é um grande incentivo para continuar estudando.

As cordas de nylon são comumente mais usadas em estilos como bossa nova, samba, música clássica e outros que privilegiam os dedilhados. Por outro lado, as cordas de aço são mais comuns no rock, no sertanejo e no gospel, por exemplo.

2. Como comprar um violão?

Após escolher o tipo de violão que você vai tocar, você precisa adquiri-lo. Hoje em dia, a principal dica é pesquisar muito para saber como comprar o primeiro violão!

Tem bastante informação na internet acerca de marcas e modelos bons, confiáveis e de diferentes faixas de preço. Não deixe de procurar uma loja de confiança ou vendedores bem avaliados em sites reconhecidos.

Caso precise economizar mais e queira comprar um instrumento usado, a dica é levar alguém que conheça um pouco do assunto para ver o violão antes. Apesar de um instrumento para iniciantes ser bastante simples, existem algumas questões que comprometem a tocabilidade, então atente-se!

Ademais, o importante é que o instrumento seja confortável para você. Há modelos de diversos tamanhos, como os infantis, 3/4, clássico, flat, folk etc. Cada um com uma sonoridade específica. Então, se puder, teste vários. Encontre um som que você goste e que se adapte bem ao seu corpo.

3. Aprendendo sobre as cordas e a afinação

Agora que você já tem o instrumento, é a hora de começar a tirar um som.

O primeiro passo é conhecer o nome de cada corda. Contamos as cordas de baixo para cima, ou seja, da mais fina para a mais grossa. Cada uma delas corresponde a uma nota, representada por uma letra. Desta forma:

  • A primeira corda é a Mizinha (E);
  • A segunda corda é a Si (B);
  • A terceira corda é a Sol (G);
  • A quarta corda é a Ré (D);
  • A quinta corda é a Lá (A);
  • A sexta corda é a Mizona (E).

Agora, você vai precisar afinar o seu violão. Para isso, leia abaixo o nosso artigo sobre o tema. Além disso, baixe o aplicativo gratuito do afinador do Cifra Club no seu celular para ter a melhor ferramenta de afinação do seu lado!

4. Tocando as primeiras melodias

Depois de você estar familiarizado com as notas do violão, é a hora de começar a aprender algumas melodias.

Em resumo, melodias são as notas individuais tocadas em sequência, ou seja, uma nota tocada atrás da outra. Podemos entender a melodia como a parte das músicas que são cantadas e que podemos assobiar.

A maneira mais fácil de tocar melodias no violão é através de tablaturas. A tablatura é uma representação do violão com seis linhas, cada uma indicando uma corda, com números que sinalizam a casa que deve ser tocada. Ela deve ser lida da esquerda para a direita.

No Cifra Club, você encontra o acervo de tablaturas mais completo da internet. Acesse sem moderação e aprenda as melodias que você mais gosta! Isso vai te dar agilidade e independência nos dedos e ajudar na memorização de músicas, facilitando o processo de como tocar violão.

5. Praticando os acordes

Em seguida, é hora de aprender a fazer os acordes. Um acorde é um conjunto de notas que acompanha as melodias. É com eles que podemos fazer a base para cantar ou tocar com outros instrumentos.

Cada acorde é representado pela letra da sua nota principal, podendo ter algumas variações, dependendo das notas que são utilizadas nele.

Na música popular, com alguns poucos acordes como G (Sol), D (Ré), Em (Mi menor) e C (Dó), podemos tocar muitas músicas. Por isso, invista tempo em aprender as posições dos acordes e como trocá-las com agilidade.

Uma das maneiras mais legais de mostrar que você já sabe como tocar violão é mostrando uma sequência de acordes de músicas bem conhecidas para amigos. Aprenda progressões bastante usadas, como:

  • D (Ré), A (Lá), Bm (Si menor) e G (Sol);
  • C (Dó), Am (Lá Menor), F (Fá) e G (Sol);
  • A (Lá), D (Ré) e E (Mi).

Para tocar algumas notas, principalmente o F (Fá) e o B (Si), é preciso fazer uma pestana, técnica de usar um dedo para segurar várias cordas simultaneamente.

A hora de fazer a pestana pela primeira vez é uma dor de cabeça para a maioria dos iniciantes, mas não desista! Com determinação e prática, você consegue.

6. Conheça novos ritmos

Enquanto você está se familiarizando com os acordes, sua outra mão precisa se acostumar com diferentes ritmos para as batidas de violão.

Na música, ritmo é conceituado como a sucessão de sons e pausas. No violão, começamos a aprender os ritmos com flechas para baixo e para cima e com vírgulas. Essas flechas indicam em que sentido devemos tocar as cordas, e as vírgulas indicam as pausas.

Para tocar a maioria das músicas, usamos basicamente dois ritmos:

  • 3/4, popularmente conhecido como valsa;
  • 4/4, usado na maioria das canções de pop e rock;

Outros ritmos mais complexos, como o 7/8 ou 9/8, também existem, mas são um assunto mais complexo, para ser visto mais pra frente.

Podemos fazer cada um desses ritmos com diferentes batidas e andamentos (velocidade). Por isso, procure repertórios diferentes e pratique o máximo de ritmos novos que você conseguir.

7. Pratique sempre

Muitos alunos procuram uma fórmula mágica de tocar violão, só que não existe atalho; o segredo é a dedicação.

Mas se você quer se desenvolver no instrumento, precisa praticar vários fundamentos. A prática de pelo menos 15 minutos por dia pode te ajudar a memorizar o que foi estudado e desenvolver a agilidade nos dedos.

Saiba que estudar alguns minutos a cada dia é muito mais produtivo do que estudar por três horas seguidas uma vez por semana.

Além disso, ter um modo organizado de abordar os assuntos te ajuda a evoluir no instrumento.

8. Mentalize um repertório

Depois de ter certa agilidade para trocar os acordes e conseguir tocar alguns ritmos, você já pode começar a fazer um som. Então, aproveite e busque as cifras daquelas músicas que você adora e sempre quis tocar.

Se elas forem muito difíceis, com muitos acordes que você não conhece e trocas rápidas demais, procure a versão simplificada. Dessa forma, você mantém as características principais das músicas, mas com outras sugestões de acordes.

Mesmo assim, não deixe de tentar fazer os acordes difíceis quando eles aparecerem. Se tiver uma pestana no meio do caminho, aproveite para praticar.

Criar um repertório e sempre buscar tocar canções completas são práticas que ajudam a desenvolver a agilidade na troca de posições.

Além disso, outra dica essencial para a parte prática do processo de como tocar violão é sobre o andamento. Manter a uniformidade no ritmo (nem correr muito, nem deixar a velocidade cair) é fundamental.

Nesse sentido, treine sempre com o auxílio de um metrônomo. Mais uma vez, recomendamos que baixe o aplicativo do metrônomo do Cifra Club! Nossa ferramenta é completa e intuitiva, perfeita para iniciantes que desejam tocar músicas sem perder o andamento.

9. Invista na sua evolução

Se você chegou até aqui, tenho certeza de que já está apaixonado pelo seu violão. Uma das melhores maneiras de evoluir é buscar professores e aulas que oferecem um material exclusivo e de qualidade.

Seja através de aulas online ou presenciais, a dica é procurar profissionais capacitados. Além disso, procure sobre a reputação do professor e do curso.

O Cifra Club Academy oferece tudo isso e mais. Você pode fazer seus horários e suas aulas no conforto da sua casa. A assinatura mensal te dá acesso ilimitado a cursos de quaisquer instrumento com os melhores professores do mercado.

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK