Cifra Club

Aprenda

Davvero

Emma Marrone

De Verdade

Ainda não temos a cifra desta música.

Non basterà settembre per dimenticare il mare,
Di cose che ci siamo detti.
Non siamo quegli amori che consumano l'estate, che promettono una mezza verità.
L'oroscopo mi dice che non ti rincontrerò,
Ma alle stelle in fondo chi ci crede più.

Mi sento camminare appesa a un filo in mezzo a un temporale,
Aspetto che a salvarmi passi tu.

Io non voglio averti tra i ricordi di un'estate,
Io non so sognarti voglio viverti davvero.

Voglio baciarti davvero,
Parlarci davvero,
Magari fino a odiarti ma davvero.

Io non voglio averti tra le foto di un'estate, non so andare avanti senza crederci davvero.

Voglio saziarti davvero,
Bastarti davvero,
Magari fino a perderti davvero davvero.

La vita fa sorridere, annoia e poi stravolge progetti che ci siamo fatti,
E tutti i bei propositi si sciolgono col sale,
Portandoti alla solita realtà.
L'istinto suggerisce prima o poi mi cercherai, ma
Al destino chi ci crede più.

Mi sento camminare appesa a un filo in mezzo a un temporale,
Aspetto che a salvarmi passi tu.

Io non voglio averti tra i ricordi di un'estate,
Io non so sognarti voglio viverti davvero.

Voglio baciarti davvero,
Parlarci davvero,
Magari fino a odiarti ma davvero.

Io non voglio averti tra le foto di un'estate, non so andare avanti senza crederci davvero.

Voglio saziarti davvero,
Bastarti davvero,
Magari fino a perderti davvero davvero davvero davvero, magari fino a perderti.

Io non voglio averti tra i ricordi di un'estate, io non so sognarti svoglio viverti davvero.

Voglio bastarti davvero, saziarti davvero,
Baciarti davvero,
Parlarci davvero magari fino a perderti davvero

Não bastará setembro para esquecer o mar
As coisas que dissemos um ao outro
Não somos desses amores que consomem o verão, que se prometem meias verdades
O horóscopo me diz que não te reencontrarei
Mas quem ainda crê nas estrelas?

Me sinto caminhando por um fio em meio a um temporal
Aguardo que você venha me salvar.

Eu não quero te ter entre as recordações de um verão
Eu não sei sonhar com você, quero te viver de verdade.

Quero te beijar de verdade,
Falar de verdade,
Talvez até te odiar, mas de verdade.

Eu não quero te ter entre as fotos de um verão, não sei ir em frente sem acreditar de verdade.

Quero te saciar de verdade,
Bastar-te de verdade,
Talver até te perder de verdade, de verdade.

A vida faz sorrir, entedia e depois torce os projetos que fizemos para nós,
E todos os belos propósitos se derretem com sal
Nos levando à realidade habitual.
O instinto sugere que mais cedo ou mais tarde você me procurará, mas
Quem ainda acredita no destino?

Me sinto caminhando por um fio em meio a um temporal
Aguardo que você venha me salvar.

Eu não quero te ter entre as recordações de um verão
Eu não sei sonhar com você, quero te viver de verdade.

Quero te beijar de verdade,
Falar de verdade,
Talvez até te odiar, mas de verdade.

Eu não quero te ter entre as fotos de um verão, não sei ir em frente sem acreditar de verdade.

Quero te saciar de verdade,
Bastar-te de verdade,
Talver até te perder de verdade, de verdade, de verdade, de verdade, talvez até te perder.

Eu não quero te ter entre as recordações de um verão, eu não sei sonhar com você, quero te viver de verdade.

Quero te bastar de verdade, te saciar de verdade,
Te beijar de verdade,
Falar de verdade, talvez até te perder de verdade.

Colaboração e revisão:
  • Cássia Bueno
  • Marcelo

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK