Cifra Club

Karma

Parkway Drive

Carma

Ainda não temos a cifra desta música.

Crashing to the surface
My convictions lay bare before the tempest
As chaos explodes around me
I find myself in the jaws of destruction
Tested by the force of the tempest
Pushed to the point of no return
Losing ground
Let the steel of my resolve be not bested by the sum of my fears

Clarity unfolds
A moments calm in the eye of the storm
Relentless, I surge onward

Surfacing

No regrets
No second chance
Nothing will hold me back

Shipwrecked bones carry my seasick heart
Seasick heart home
Shipwrecked bones carry my seasick heart
Seasick heart home

Carry me home
Tension clings to me
Resistance coils inside
Forcing me down, I fear nothing
Into poseidon's arms
Forcing me down, I fear nothing

I must hold on

This is a strength born in misery
A focus cut of this insanity
I fight my way from the gates of hell

I hold on

This is a strength born in misery
A focus cut of this insanity
I fight my way from the gates of hell

I hold on

I hold on

A body locked in the vice grip of conflict
A mind sharpened on the shards of disappointment

And from the depths of hell I rise
From gilded cage my spirit flies
Memories of another life
Call me (home)

Surfacing
Surfacing

Shipwrecked bones carry my seasick heart
Seasick heart home
Shipwrecked bones carry my seasick heart
Seasick, seasick heart home

Colidindo até a superfície
Minhas convicções se desnudam diante da tempestade
Enquanto o caos explode ao meu redor
Eu me encontro nas mandíbulas da destruição
Testado pela força da tempestade
Empurrado, a ponto de nenhum retorno (nenhum retorno)
Perdendo chão
Não deixe o aço de minha determinação ser superado pela soma dos meus medos

Clareza se desenrola
Um momento calmo no olho da tempestade
Implacável, eu surto adiante

Emergindo

Nenhum arrependimento
Sem segunda chance
Nada vai me segurar

Ossos naufragados levam meu coração mareado
Coração mareado
Ossos naufragados levam meu coração mareado
Coração mareado

Leve-me para casa
A tensão se apega a mim
Resistência serpenteia dentro
Me forçando para baixo, nada temo
Nos braços de poseidon
Me forçando para baixo, eu não temo nada

Tenho que suportar

Esta é uma força nascida na miséria
Um corte de foco dessa insanidade
Eu luto a minha maneira das portas do inferno

Eu persisto

Esta é uma força nascida na miséria
Um corte de foco dessa insanidade
Eu luto a minha maneira das portas do inferno

Eu persisto

Eu persisto

Um corpo, preso no firme alçapão do conflito
A mente, afiada sobre os cacos da decepção

E das profundezas do inferno, eu me levanto
De gaiola dourada, o meu espírito voa
Memórias de uma outra vida
Me chamam para (casa)

Emergindo
Emergindo

Ossos naufragados levam meu coração mareado
Coração mareado
Ossos naufragados levam meu coração mareado
Coração mareado

Colaboração e revisão:
  • Max Allan
  • Gabriel Freire
  • Eduardo Martins

0 comentários

mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK