Enviar cifraEntrar

Consequence of Sounds

Regina Spektor

A Consequência Dos Sons

Letra

My rhyme ain't good just yet
My brain and tongue just met
And they ain't friends so far
My words don't travel far
They tangle in my hair
And tend to go nowhere
They grow right back inside
Right past my brain and eyes
Into my stomach juice
Where they don't serve much use
No healthy calories
Nutrition values
And i absorb back in
The words right through my skin
They sit there festering inside my bowels
The consonants and vowels
The consequence of sounds

Got a soundtrack in my mind
All the time
Kids screaming from too much beat up and they don't even rhyme
They just stand there on a street corner
Skin tucked in and meat side out
And shouting - i'd like to turn them down but there ain't no knob
Born into picket fences
Not into picket lines
All this hippie shit's for the sixties
Only cliché in our times, but
What if one of these days your heart will just stop ticking
And they sort of just don't find you till your cubicle is reeking?
The consonants and vowels
The consequence of sounds

Did you know that the gravedigger's still getting stuck in the machine
Even though it's a whole other daydream?
It's another town, it's another world
Where the kid's asleep, and the loans are paid, and the lawns are mowed
What'd you think--all the gravediggers were gone just cause one song is done?
There's always another one
Waiting right around the bend
Till this one ends
Then it begins squeaky clean and it starts all over again

The weather report keeps on tossing and turning
Predicting and warning and warning and warning of
Possible leakage from news publications and
Possible leakage from news tv stations, that
Very same morning right next to her coffee
She noticed some bleeding and heard hollow coughing
The national geographic was being too graphic
When all she had wanted to know was the traffic

The world's got a nosebleed, it said, and we're flooding
But we keep on cutting the trees in the forest
And we keep on paying those freaks on the tv
Who claim they will save us but want to enslave us and
Sweating like demons they scream through our speakers
But we leave the sound on cause silence is harder and
No one's the killer and no one's the martyr
The world that has made us can no longer contain us
And prophets are silent and rotting away cause
The consonants and vowels
The consequence of sounds

Minha rima não está boa ainda
Meu cérebro e língua acabaram de se encontrar
E até agora não são amigos
Minhas palavras não viajam para longe
Elas se embaraçam no meu cabelo
E tendem a não ir a lugar algum
Elas crescem bem lá dentro
Atrás do cérebro e dos olhos
Para o meu suco gástrico
Onde não têm utilidade
Sem calorias saudáveis
Valores nutricionais
E eu absorvo de volta
As palavras através da minha pele
Elas ficam lá ulcerando no meu intestino
As consoantes e vogais
A consequência dos sons

Tem uma trilha sonora na minha cabeça
O tempo todo
Crianças gritando de muita surra e elas nem sequer rimam
Elas só ficam lá numa esquina
Com as tripas pra fora
E gritando - eu gostaria de desligá-las, mas não há nenhum botão
Nascidos dentro de cercas estacadas
Não dentro de limites escolhidos
Toda essa merda hippie para os anos 60
Somente cliché no nosso tempo, mas
E se um dia desses seu coração para de bater
E eles meio que não te acham até seu cubículo estar com cheiro esquisito
As consoantes e vogais
A consequência dos sons

Você sabia que o coveiro ainda está ficando preso na máquina
Mesmo sendo esse um outro sonho acordado?
É outra cidade, é outro mundo.
Onde as crianças estão dormindo, os empréstimos são pagos e os gramados são aparados
O que você achava - que todos os coveiros foram embora
só porque uma música está terminada? Tem sempre outro
esperando bem louco
Até essa acabar
Aí ele começa perfeitamente e inicia tudo de novo

O boletim do tempo fica se agitando
Prevendo e alertando, alertando e alertando sobre
Possível vazamento das publicações de notícias
Possível vazamento dos canais de TV de notícias, naquela
mesma manhã bem ao lado de seu café
Ela notou um sangramento e ouviu tosse seca
Quando o National Geographic estava sendo muito gráfico
E tudo sobre o que queria saber era o trânsito

'O mundo tem um sangramento de nariz', dizia, e estamos inundando
Mas nós continuamos cortando as árvores na floresta
E nós continuamos pagando aquelas aberrações na TV que alegam nos salvar
mas querem nos escravizar
Suando como demônios eles gritam através dos nossos alto-falantes
Mas nós deixamos o som ligado porque o silêncio é mais difícil e
Ninguém é o assassino e ninguém é o mártir
O mundo que nos fez não consegue mais nos conter
E profetas estão calados e apodrecendo porque
As consoantes e as vogais,
A consequência dos sons.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Composição: Regina SpektorColaboração e revisão:
    • Adelmo A. Martins
    • Camila Soares

    0 comentários

      mostrar mais comentários
      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      • automática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        • automática
        Acordes para:violão e guitarra
        dificuldadeexibiçõescontribuições
        fecharplay/pause subir/descer velocidade
        fechar
        OK