Cifra Club

Conheça cifras de músicas em inglês para tocar no violão

Aumente o seu repertório com nossa lista de músicas em inglês para tocar!

Ter um repertório diversificado é uma excelente forma de se conectar com o público em suas apresentações. É também uma maneira de ampliar suas habilidades e tornar-se um músico mais versátil. Por isso, hoje veremos as melhores músicas em inglês para tocar no violão!

A língua inglesa conta com clássicos atemporais, inclusive muito tocados em barzinhos, ricos em sonoridades, técnicas e te ajudarão a evoluir. Então, afine seu instrumento e vamos nessa!

8 músicas em inglês para tocar no violão

Sem mais delongas, chegou a hora de conhecer as cifras de 8 músicas em inglês para tocar!

Seja você iniciante ou mais experiente, esses sucessos serão muito bem vindos em seu repertório! Veja quais canções separamos:

  • Love of My Life
  • Banana Pancakes
  • Hurt
  • Stop This Train

E muito mais!

1. Love of My Life — Queen

Love of My Life é uma excelente oportunidade para colocar suas técnicas de dedilhado em dia!

A música é tocada dessa forma do começo ao fim. Entre os versos há inúmeras frases de passagens. Por isso, vá com calma e veja parte por parte.

Os acordes são 15 no total, de nível intermediário, com 4 pestanas entre eles. D#º, D9/F#, G6 e G6(9) também podem exigir maior atenção, a depender da sua experiência.

Para conferir mais detalhes, acompanhe a videoaula abaixo!

2. Banana Pancakes — Jack Johnson

A introdução de Banana Pancakes é marcada por um riff; para tocá-lo, é importante que você saiba a técnica de slide.

Os riffs irão aparecer também em outras partes da canção. Se preferir, pratique todos eles primeiro e depois parta para a levada.

A maioria dos acordes estão em forma de pestana, o que facilita a execução dos toques abafados. Dentre os 10 acordes, 7 são pestanas.

3. Hurt — Johnny Cash

A introdução e a primeira parte de Hurt são acompanhadas por um dedilhado padrão, conforme a tablatura.

Já no refrão, entram as batidas, que são compostas somente por toques para baixo.

Para dar um efeito bacana, alterne os toques entre as cordas mais graves e todas as cordas juntas.

Note que nessa canção os acordes Am7 e C estão em formas diferentes das mais habituais.

4. Stop This Train — John Mayer

Um dos pontos de atenção de Stop This Train são os acordes que utilizam o polegar em sua digitação.

Quem ainda não tem tanta desenvoltura pode encontrar certa dificuldade, mas não desista, pratique bastante e logo estará tirando de letra.

Nessa canção é importante também praticar o padrão rítmico, faça quantas repetições precisar.

O número total de acordes é igual a 21, sem nenhuma pestana, mas fique de olho nas formas para não se confundir.

Caso prefira tocar de maneira mais prática, e sem os dedilhados, conheça as cifras simplificadas de Stop This Train.

5. Just The Way You Are — Bruno Mars

Antes de tocar Just The Way You Are, lembre-se de posicionar o capotraste na quinta casa, para subir dois tons e meio.

O solo da música aparece na introdução e no encerramento, não exigindo nenhuma técnica. Pratique quantas repetições precisar para fixar a melodia.

A levada conta com dois padrões, um para tocar a primeira parte, e outro para tocar o refrão.

Aqui temos somente 3 acordes, que repetem a seguinte sequência do começo ao fim: CAm7F5(7M/9). Essa é uma boa pedida para quem está iniciando os estudos no violão!

Mas se quiser facilitar ainda mais, tocar sem o capotraste e com um único ritmo, veja as cifras simplificadas de Just The Way You Are!

6. Yesterday — The Beatles

Para tocar Yesterday você precisará afinar seu violão um tom abaixo do padrão, ficando da seguinte forma: D – G – C – F – A – D.

O ritmo da música segue um padrão, tocando no respectivo baixo de cada acorde e puxando as 3 cordas mais agudas. Porém, é preciso ter atenção às passagens, onde há variações.

No encerramento ainda temos um pequeno solo, em que você precisará exercitar sua técnica de hammer on.

Quando aos acordes, são 12 no total, com apenas uma pestana entre eles, na segunda casa (F#m).

7. Love Story — Taylor Swift

Love Story é tocada um tom acima, por isso, lembre-se de colocar o capotraste na segunda casa. Da introdução até o pré-refrão toque o ritmo com toques apenas para baixo.

Já no refrão, há uma variação na levada. E na terceira parte, toque uma vez para baixo em cada acorde.

No refrão final temos uma modulação e, consequentemente, teremos novos acordes.

O dedilhado do início da canção e o solo são tocados um tom abaixo, ou seja, sem o capotraste. Os acordes são 8 ao todo, com somente uma pestana dentre eles.

8. Firework — Katy Perry

Firework é uma boa pedida para você que está iniciando os estudos! Para tocá-la é preciso posicionar o capotraste na primeira casa, para subir meio tom. Aqui temos 6 acordes, sem nenhuma pestana.

A introdução e primeira parte contam com um ritmo padrão, enquanto no refrão temos variações.

Preste bastante atenção e pratique as nuances, que serão importantes para a dinâmica da canção. Veja a videoaula abaixo e fique por dentro de cada passo!

Aprenda a tocar sucessos de cantores internacionais antigos

Então, qual dessas músicas em inglês já foi direto para seu repertório? Continue sua jornada de evolução dos seus estudos e conheça cifras de cantores internacionais antigos.

Aproveite para conhecer novos acordes, técnicas e ritmos! Bons estudos, e até a próxima!

Foto de Ana Julia Santos

Ana Julia Santos

Publicitária, cantora, compositora e instrumentista. Toca violão, guitarra, ukulele, baixo e teclado. Apaixonada por música e criatividade.

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK