Cifra Club

Músicas de cantores internacionais antigos para tocar

Confira nossa lista com alguns dos maiores cantores internacionais antigos para o seu repertório!

Mesmo tendo excelentes cantores na atualidade, de vez em quando é bom ouvirmos e tocarmos sucessos do passado. Por isso, elaboramos essa lista com músicas de cantores internacionais antigos para você tocar.

Seja em uma roda de violão ou com sua banda em um barzinho, tocar um grande hit da história vai mexer com os sentimentos da galera.

Até mesmo quem não era nascido na época dessas músicas vai se emocionar com nossa lista. Então, bora lá aprender músicas de cantores internacionais antigos?

7 músicas de cantores internacionais antigos para incluir no seu repertório

Existem centenas de cantores internacionais antigos que poderiam estar na nossa lista, mas como o espaço é limitado, optamos por criar uma seleção eclética que abrange diferentes épocas.

Quer enriquecer seu repertório com grandes sucessos do passado? Então, confira a nossa lista!

1. Starman – David Bowie

Dono de um legado riquíssimo para a música, David Bowie precisa estar presente na nossa lista de cantores internacionais antigos. Assim, escolhemos Starman.

Se você já está em um nível intermediário, recomendamos que se dedique a tirar essa música, por ter 15 acordes. Dentre eles, temos 8 pestanas. Além desses, o F7M é um acorde dissonante cuja forma é mais complexa.

Por outro lado, a batida de violão dela é bem fácil, assim como o solo de guitarra, sendo um bom começo para quem quer se tornar solista.

2. Without You – Mariah Carey

Um dos maiores sucessos de Mariah Carey, Without You é indicada para violonistas de nível intermediário, pois dos seus 11 acordes, 7 são pestanas.

Além disso, essa música precisa do capo na segunda casa. Como ela está em um andamento lento, as trocas de acorde ficam mais fáceis.

A batida dela é super tranquila, basta alternar uma palhetada para baixo e outra para cima, respeitando o baixo do acorde.

Se preferir, pode fazer esse ritmo com o polegar, tocando para baixo a corda com a nota mais grave do acorde. Já os dedos indicador, médio e anelar puxam as outras cordas do acorde para cima, ao mesmo tempo.

3. No Woman No Cry – Bob Marley

Bob Marley é um dos cantores internacionais antigos mais influentes da história, e marca presença na nossa lista com um dos seus maiores sucessos: No Woman No Cry.

Se você deseja estudar pestana, é uma boa música para começar, pois ela só tem um acorde com essa forma, o F.

Além disso, ela tem uma batida de reggae bem básica, recomendada para quem quer iniciar nesse gênero musical.

A progressão de acordes dessa música está presente em dezenas de outras músicas, facilitando para você ampliar mais ainda seu repertório.

4. I Will Always Love You – Whitney Houston

Whitney Houston foi uma das maiores cantoras internacionais românticas de todos os tempos.

I Will Always Love You é indicada para quem está em um nível avançado. Dentre seus 15 acordes, temos 5 pestanas, 3 inversões e 2 dissonâncias com formas um tanto quanto complicadas.

Além disso, ela é um bom estudo de dedilhado, algo mais difícil quando tocado com acordes mais complexos.

5. I Say A Little Prayer – Aretha Franklin

Recomendamos I Say A Little Prayer para quem já está no nível intermediário e busca por novos desafios no instrumento. Ou seja, se você já domina 1 pestana, essa música tem duas.

E se você quer começar a praticar acordes com inversão, aqui você encontra o A/C#. Além disso, ela tem 2 acordes dissonantes com formatos intricados, o E7(9) e o F#m7.

Por último, a batida fica legal com palheta, usando o mesmo movimento da música Without You, da Mariah Carey.

6. Crazy Train – Ozzy Osbourne

Se você quer alcançar o nível avançado na guitarra, o clássico Crazy Train é uma ótima pedida.

Essa música é um estudo quase completo. Na base, ela tem 2 acordes com inversão, o A/C# e D5/A, 2 acordes dissonantes, A4(6) e A7M(9) e 4 power chords.

A digitação do riff inicial exige uma boa independência entre os dedos da mão esquerda. Já no solo, temos as seguintes técnicas: velocidade, tapping, palhetada alternada, bend, hammer on e pull off.

Por isso, recomendamos que você se dedique com afinco e paciência à prática dessa música. Para facilitar, fragmente seu estudo: tire primeiro a introdução, depois a estrofe e assim por diante. Já o solo, também pratique-o por partes.

7. Hurricane – Bob Dylan

Grande clássico de Bob Dylan, Hurricane é uma excelente opção para quem deseja começar a treinar pestana, já que apenas 1 dos acordes dessa música, o F, tem essa forma.

A batida de mão esquerda e as trocas de acorde são bem rápidas. Por isso, recomendamos o treino dessa música em um andamento mais lento com a ajuda de um metrônomo até você ficar craque nela.

Enriqueça mais ainda seu repertório com o Cifra Club

Gostou de aprender algumas músicas de cantores internacionais antigos? Então, te convidamos a aumentar seu repertório com músicas atuais para tocar no violão.

Aprenda novos acordes, batidas e técnicas que vão te deixar cada vez mais fera no violão. Sem falar no repertório eclético para agradar qualquer plateia. Não perca essa oportunidade!

Foto de Carlos de Oliveira

Carlos de Oliveira

Redator Web com especialização em SEO e escrita para blogs e redes sociais. Estrategista de conteúdo. Músico, compositor e colecionador de LPs, CDs e DVDs. Toca guitarra, violão, baixo, teclado, piano e bateria. Escreve para o Cifra Club desde abril de 2022.

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK