Cifra Club

Como fazer batida sertaneja?

Descubra os fundamentos essenciais para você aprender a tocar batida sertaneja no violão.

Chitãozinho e Xororó cantando e tocando violão
Chitãozinho & Xororó na capa do álbum Grandes Clássicos Sertanejos Acústico (Foto/Reprodução/Internet)

A batida sertaneja causa uma certa aflição para quem curte tocar esse estilo no violão. Embora os ritmos sertanejos não sejam complexos, muitas pessoas sentem dificuldade em tocar as levadas ouvidas nas músicas.

Assim como outros estilos musicais brasileiros, o sertanejo tem algumas variantes com batidas diferentes. Portanto, nosso papo hoje vai ser como tocar todos os ritmos sertanejos no violão. Bora lá dominar a batida sertaneja?

Como fazer cada batida sertaneja no violão?

Cada um dos ritmos sertanejos se caracteriza por ter uma batida própria. Qualquer uma dessas levadas possui técnicas que não podem ser ignoradas para se tocar perfeitamente uma música sertaneja.

A ideia aqui é passarmos dicas didáticas que vão te fazer dominar essas técnicas. Desse modo, você vai conseguir tocar suas músicas favoritas com facilidade. Basta um pouco de dedicação e paciência!

Batida de sertanejo universitário no violão

O sertanejo universitário por si só tem duas batidas diferentes. Porém, você deve entender o que é a técnica de abafamento antes de tentar tocá-las. Vale lembrar que essa técnica é usada em quase todos os ritmos sertanejos.

O abafamento consiste em fazer com que o acorde produza um som percussivo. Isso pode ser feito tanto com a mão esquerda quanto com a direita. Vale destacar que tomaremos como referência um instrumentista destro!

Abafamento com a mão esquerda

Aqui, a técnica consiste em desapertar levemente o acorde, mas mantendo ele montado e com seus dedos apenas encostando nas cordas. Ao mesmo tempo, toque as cordas com a mão direita e você terá um som percussivo ao invés de obter a sonoridade do acorde.

↓  ↑  X  ↓  ↓  ↑  ↓  ↑  ↓  X  ↓  ↓  ↑  ↓  ↑  ↓

P  I       P P  I  P  I  P      P  P  I  P  I  P

Para entender cada indicação, saiba que:

  • A seta para baixo indica que você vai tocar as cordas de cima para baixo, e a seta para cima mostra que se deve fazer o movimento contrário;
  • X é onde você faz o abafamento;
  • P indica o dedo polegar da mão direita;
  • I representa o indicador da mão direita.

Esse ritmo é percebido na música Fui Fiel, do Gusttavo Lima, como você pode ver a seguir:

Abafamento com a mão direita

Nesse caso, mantenha o acorde apertado. No lugar de tocar com a palheta ou os dedos, bata a palma da mão direita contra as cordas.

Para tocar essa batida, vamos usar o abafamento com a mão direita.

↓  X  ↓  ↑  X

P      P I

Ao tocar para baixo, você pode pegar todas as cordas do acorde ou apenas os bordões (as mais graves). Contudo, no movimento contrário, toque só as primas (mais agudas). Isso é essencial para que o som do acorde não fique embolado.

A música Tijolão, de Jorge & Mateus, usa essa batida sertaneja. Confira:

Batida de sertanejo raiz no violão

Avançando no nosso papo sobre batida sertaneja, agora vamos falar do sertanejo raiz. Esse ritmo também foi diretamente influenciado pela guarânia, estilo musical paraguaio.

↓       ↑     ↓       ↑     ↓

IMA  P     IMA  P     IMA

Nessa batida, os toques para baixo são feitos com o indicador, o médio e o anelar da mão direita simultaneamente. Todavia, as subidas são feitas com a parte de trás do polegar, ou seja, com a unha.

Esse ritmo aparece na música Tocando Em Frente, do Almir Sater.

Como tocar bachata no violão?

Essa batida sertaneja é, na verdade, um ritmo latino originado na República Dominicana, derivado do bolero. Os violonistas dominicanos costumam usar uma dedeira e instalar um captador nos seus violões de cordas de aço para tocar o ritmo da bachata.

Entretanto, se você quiser se aproximar do timbre original da bachata, não é necessário nada disso. Basta usar um pedal de chorus. Quanto ao ritmo, é totalmente possível tocar com os dedos.

Mas não se desespere se o seu violão é acústico com corda de nylon, pois é possível tocar a bachata nele também!

↓      ↓      ↓     X    ↓   X   ↓   X   ↓   X    ↓

P    IMA  IMA        P      IMA     P        IMA 

O polegar toca a corda onde está a nota mais grave do acorde. Os outros três dedos tocam as cordas primas. Já o abafamento é feito com a mão esquerda.

A música Eu Sei De Cor, da Marília Mendonça, é um exemplo de bachata no sertanejo. Ouça a canção da Rainha da Sofrência:

Batida caipira no violão

A batida caipira é uma adaptação para o violão do ritmo tocado nas modas de viola. Também é conhecido como vanero ou vanerão.

↓         X     ↑     X     ↑

IMA            P           P

Aqui o abafamento é feito com a mão direita.

Por exemplo, a música Sorte Que Cê Beija Bem, de Maiara e Maraisa, possui essa batida sertaneja:

Batida de sertanejo romântico no violão

Até aqui, nós vimos ritmos sertanejos tocados com os dedos. Contudo, o sertanejo romântico soa melhor se tocado com palheta!

Apesar de um estilo do sertanejo, esse ritmo é conhecido como rock, pois ele é muito usado neste estilo e também no pop.

Como já vimos, cada batida sertaneja tem características próprias que definem as variações do estilo. Isso acontece porque esses ritmos são tocados com os dedos.

Todavia, a batida de rock é a que mais se adapta a estilos tão diversos. Isso se dá justamente pelo uso da palheta.

↓ ↓ ↑ ↑ ↓ ↑

Como Um Anjo, da dupla César Menotti & Fabiano, é um bom exemplo da batida romântica.

Batida de sertanejo antigo no violão

Na verdade, não temos aqui uma batida sertaneja específica, como observamos nos ritmos falados anteriormente.

Neste tópico, estamos nos referindo às duplas sertanejas clássicas, como Leandro & Leonardo, Chitãozinho & Xororó e Zezé Di Camargo & Luciano. Essas duplas passearam e exploraram mais a fundo todos os ritmos sertanejos já citados.

Por isso, chegou a vez de falarmos de três clássicos da música sertaneja, cada um de uma dessas três duplas citadas. Bora lá?

Não Aprendi Dizer Adeus — Leandro & Leonardo

Vamos começar por Não Aprendi Dizer Adeus, da dupla Leandro e Leonardo. O ritmo da música é uma variação da batida de rock. Veja abaixo:

↓   ↑  ↓  ↑

Evidências — Chitãozinho & Xororó

Quem não conhece o hino Evidências? Uma parte do ritmo dela é quase um dedilhado com palheta. Vamos ver?

↓  ↓  ↓  ↑

A primeira seta indica uma palhetada nas duas cordas mais graves. A seta seguinte é para que se toque as cordas do meio. A terceira seta é o indicativo para uma palhetada nas duas cordas mais agudas. Por fim, a última seta é para que se toque todas as cordas de baixo para cima.

Alguns acordes dessa música vão ter apenas uma palhetada para baixo.

Dois Corações e Uma História — Zezé Di Camargo & Luciano

Por fim, temos a canção Dois Corações e Uma História, que traz uma peculiar batida com palheta.

↓  ↓  ↓  ↑

Evolua na batida sertaneja com o Cifra Club Academy

Agora que você já teve dicas de como tocar os ritmos sertanejos, que tal ampliar seus conhecimentos musicais no Cifra Club Academy? Na nossa plataforma de ensino online, você tem acesso a diversos cursos completíssimos!

Aprenda com o máximo de qualidade por um preço acessível. Não perca mais tempo!

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK