Cifra Club

Mercadores da Fé

Face da Morte

Ainda não temos a cifra desta música.

Quanto mais a sociedade se distancia da verdade
Mais ela odeia aqueles que a revelam
George Orwell

Cavaleiros templários
Maçons, ordinários marche
Mistérios Antigos
Nunca revelados, abaixe
Lá vem o Sagrado, atirando no profano
E o Poeta de canto, chapando, Filmando
Tudo em nome da FÉ
Ou será parte um plano?

No fundão de uma cela
O mano segue folhando
Aquela Bíblia Velha
Que ele ganhou da sua Velha
A palavra traz Força
O Alvará Tá Cantano
Logo menos na Rua
Mais um evangelizando

A Fé move Montanha, meu Povo A Fé nunca Faia
Mas não caia no conto do Silas Malafaia
Santiago, Edir Macedo e RR soares
Comigo cês não tem Boi
Então já dei nome aos bois

Milionários covardes na lista da Forbes
Riqueza às custas do Povo
Mais humilde e mais pobres
Mas, Batido vocês não passam
Aqui é Face da Morte
O Mar Vermelho Fecho
Quando vocês foi atravessa
Lúcifer tá sorrindo, esperando vocês lá

São Milhões
De Marias, Anas, Adrianas
De Joãos, Antonios e José
Que Mantém esse Brasil de Pé

Cairão
Fariseus Mercadores da Fé
Quando Voltar o Filho de Javé
O Messias que eu tenho Fé

O Poeta Acordou, viajou que tava sonhando
Um barquinho um remanso e ele segue remando
Ventos de Ódio do Horizonte soprando
Agitando as águas, barco balançando

A margem direta fundamentalistas
Empunhando suas biblias, vomitando escritas
Bendito é o Fruto, Que padeceu na cruz
Mas naquele ventre não, não era Jesus

Nem Bendito era fruto, fruto de abuso
Fruto do desumano, fruto de estupro
Assassina Vadia, garanto que gostava!!
Uma criança de 10 anos, chorava, chorava

Seu Pranto encharcava
O único que sorria
Seu ursinho de pelúcia
Testemunha ocular daquela covardia

Disse Jesus: Vinde a mim as criancinhas
Cristãos, violência, estupro e pedofilia
O Poeta se assombrou
Isso não cabe na Rima
Enfrentando ventos de Ódio
Ele segue Rio Acima

São Milhões
De Marias, Anas, Adrianas
De Joãos, Antonios e José
Que Mantém esse Brasil de Pé

Cairão
Fariseus Mercadores da Fé
Quando Voltar o Filho de Javé
O Messias que eu tenho Fé

Ei Irmão, eu acredito no que ele falou
Tô ligado, no legado que ele nos deixou
Ama Teu Próximo como a ti mesmo
É só a gente cultivar o amor

Eu sou um simples mortal
Até Curto tomar umas birita
Eu Só vômito quando misturam
Religião e política
Profetas Falsos, povo inocente
Lá do Pupto o canalha diz: Minha Gente
Deus escolheu esse homem pra ser Presidente

Aí não dá pra ser
Condescendente
Se eu fosse complacente
Com esse tipo de gente
Não, Na Luta dos de cima
Contra os debaixo
Eu Nunca tive dúvida
Eu Sempre tive Lado

Aqui é rap, desde muleque
Cria do Boom Bap
30 anos atrás eu Fazia Scrath
Na caneta Só pego pra mostrar competência
Não faço rap a toa, Crio Rima e consciência
Escola aqui é Chuck D, Tupac e Big
Ice Cube, GOG e Braw, Easy-e Dr. Dree

00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir
Outros vídeos desta música
Compositor não encontrado.
Colaboração e revisão:
  • Deivinho Boladão

0 comentários

Ver todos os comentários

Entre para oCifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Prioridade de compra em lançamentos

  • Mais recursos no app do Afinador

  • Atendimento Prioritário

  • Descontos nos produtos Cifra Club

  • Ajude a produzir mais conteúdo

00:00 / 00:00

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK