Cifra Club

Verso em Verso

Kamau

Ainda não temos a cifra desta música.

(Palavras impacientes procurando lugares)
Eu era só um pensamento
Numa mente dessas, numa noite dessas
Num guardanapo qualquer rabiscado as pressas
Fui repetido tantas vezes que me fiz notar
Pra que eu vivesse um pouco mais resolveu anotar
Garrancho trêmulo de mão cansada
De quem fazia outra hora extra pela madrugada

Meu berço era o bolso de alguma calça jeans
Um pedaço de inspiração responsável por mim
Talvez eu não virasse algo mais
Além de frases comuns que combinavam finais
O mundo não sabia quem eu era e vice versa
E desde que nasci não fui citado na conversa
Até que um dia quem me colocou no mundo se lembrou
No bolso me resgatou, resolveu me dar valor
Porque viu que se eu ainda valia algum sentido
Havia um bom motivo pra que eu tivesse aparecido

Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso
Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso

Do guardanapo eu fui levado pra um caderno
Meu pai não confiava nesse jeito mais moderno
De fazer com que eu vivesse no tal mundo virtual
Precisava ser mais forte, tinha todo um ritual
Foi ali que eu percebi que teria companhia
E outros que nem eu nasceriam a luz do dia
Ouvia a melodia e a caneta repousava
Nessa folha em que eu tava e de repente se mexeu

Meu pai a conduzia e a bendita dava cria
A uma ninhada de mais outros que nem eu
Cada qual com suas palavras e terminações
Ligadas ao mesmo tema e cumprindo suas funções
Pronto, um título e fomos batizados
Liga o mic e o multitrack pra gente ser registrado
Se acharam que eu seria um pensamento vagabundo
(Hã hã) Eu era um verso pra ganhar o mundo

Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso
Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso

Na mão do DJ virei colagem
Na pele da menina tatuagem
Do Sabotage era página do termino de compromisso
Pro consequência vício, pra alguns era difícil entender
(Pôr que?) Pro Brown eu era munição
Sérgio Vaz mais uma pedra pra coleção
Pra uns deu condição, pra outros dor de cabeça
Alguns dirão que é clássico, caso permaneça

Porque eu era antes da Golden Era, sou e serei
Epopeia em poucas linhas de um moleque que sonha em ser rei
E será e terá o próprio reino
Acham que é punchline, flow, dicionário e treino?
Não vou correr do beat (jamais), não é bem assim
Tá com pressa de que? Já escutou Rakim?
Ideia, ouvido, folha são música, ouvido e mente
Pra nascer outra ideia, prazer eu sou semente

Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso
Palavra em movimento vira verso (verso!)
Na mente o Big Bang, nasce o universo
Feita conexão quando converso
Eu não sumi, só tava submerso

(Junto as palavra na folha)
(Resolvi escrever)
(Sem complicar demais, sem enfeitar demais)
(Palavras combinadas formando frases rimadas)
(Então se liga no processo em cada verso)
(E agora é parte de você uma parte de mim)

00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir
Outros vídeos desta música
Compositor não encontrado.
Colaboração e revisão:
  • Euler Vieira

0 comentários

Ver todos os comentários

Entre para oCifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Prioridade de compra em lançamentos

  • Mais recursos no app do Afinador

  • Atendimento Prioritário

  • Descontos nos produtos Cifra Club

  • Ajude a produzir mais conteúdo

00:00 / 00:00

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK