Cifra Club

Aprenda

Miro al sol

Moenia

Olho ao sol

Ainda não temos a cifra desta música.

Sáquenme de aquí, porque me esta haciendo mal
y no veo porque nos herimos sin pensar.
Y aunque se que tal vez es bastante tarde ya
no pierdo la esperanza de volverlo a intentar.

Cúbreme con tu existencia porque casi se me olvida
el sabor de la decencia y como celebrar la vida.
tratare de ser parte del mundo que mate
Y no voy a desistir hasta que lo haga revivir.

[Estribillo]
El cuerpo esta cansado, el alma esta manchada
y es difícil despertar cuando no hay nada que te haga vibrar.
Por eso miro al sol y me pregunto si me perdonara
y luego siento algo muy profundo que no puedo explicar
ahora que ya estoy bien con el mundo lo voy aprovechar
y cuando sienta que otra vez me hundo ya se a donde mirar.

[Estribillo]
Ya se a donde mirar.

Saquem-me de aqui, porque me esta fazendo mau
e não vejo porque nos ferimos sem pensar.
E ainda que se que talvez é bastante tarde já
não perco a esperança de voltá-lo a tentar.

Cobre-me com tua existência porque quase se me esquece
o sabor da decência e como celebrar a vida.
tratar de ser parte do mundo que mate
E não vou desistir até que o faça reviver.

[Estribilho]
O corpo esta cansado, o alma esta manchada
e é difícil acordar quando não há nada que te faça vibrar.
Por isso olho ao sol e me pergunto se me perdoasse
e depois sento algo muito profundo que não posso explicar
agora que já estou bem com o mundo o vou aproveitar
e quando senta que outra vez me afundo já se a onde olhar.

[Estribilho]
Já sei a onde olhar.

Composição de Pichardo
Colaboração e revisão:
  • Paola Santos
  • Fernando Barros

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK