Cifra Club

Aprenda

Frühling In Paris

Rammstein

Primavera Em Paris

Letra
Quer fazer aulas de música com a gente? Responda essas perguntas
e nos ajude nesse projeto! →

Im Lichtkleid kam sie auf mich zu
Ich weiß es noch wie heut
Ich war so jung, hab mich geniert
Doch hab es nie bereut

Sie rief mir Worte ins Gesicht
Die Zunge Lust gestreut
Verstand nur ihre Sprache nicht
Ich hab es nicht bereut

Oh non, rien de rien
Oh non, je ne regrette rien
Wenn ich ihre Haut verließ
Der Frühling blutet in Paris

Ich kannte meinen Körper nicht
Den Anblick so gescheut
Sie hat ihn mir bei Licht gezeigt
Ich hab es nie bereut

Die Lippen oft verkauft doch weich
Und ewig sie berühren
Wenn ich ihren Mund verließ
Dann fing ich an zu frieren

Sie rief mir Worte ins Gesicht
Die Zunge Lust gestreut
Verstand nur ihre Sprache nicht
Ich hab es nicht bereut

Oh non, rien de rien
Oh non, je ne regrette rien
Wenn ich ihre Haut verließ
Der Frühling blutet in Paris

Ein Flüstern fiel mir in den Schoß
Und führte feinen Klang
Hat viel geredet, nichts gesagt
Und fühlte sich gut an

Sie rief mir Worte ins gesicht
Und hat sich tief verbeugt
Verstand nur ihre Sprache nicht
Ich hab es nicht bereut

Oh non, rien de rien
Oh non, je ne regrette rien
Wenn ich ihre Haut verließ
Der Frühling blutet in Paris
In Paris

Wenn ich ihre Haut verließ
Der Frühling blutet in Paris
In Paris

Wenn ich ihre Haut verließ
Der Frühling blutet in Paris

Num vestido iluminado ela veio até mim
Lembro-me como se fosse ontem
Eu era tão jovem, me envergonhei
Mas nunca me arrependi

Ela jogou palavras na minha cara
A língua traiçoeira espalhava luxúria
Ainda que não entendesse sua língua
Eu não me arrependi

Oh não, nada disso
Oh não, não me arrependo de nada
Quando eu deixei sua pele
A primavera sangrou em Paris

Eu não conhecia meu próprio corpo
Tão tomado que era pela minha timidez
Foi ela quem me mostrou à luz
Eu nunca me arrependi

Os lábios tão vendidos, porém suaves
Sempre macios
Quando eu deixei a sua boca
Então comecei então a congelar

Ela jogou palavras na minha cara
A língua espalhava luxúria
Mesmo sem falar seu idioma
Eu não me arrependi

Oh não, nada disso
Oh não, eu não me arrependo de nada
Quando eu deixei sua pele
A primavera sangrou em Paris

De um sussurro caiu no meu colo
E tinha um som tão refinado
Muito foi conversado, nada foi dito
E pareceu melhor assim

Ela jogou palavras na minha cara
E se curvou profundamente
Apesar de não falar sua língua
Eu não me arrependi

Oh não, nada disso
Oh não, eu não me arrependo de nada
Quando eu deixei sua pele
A primavera sangrou em Paris
Em Paris

Quando eu deixei sua pele
A primavera sangrou em Paris
Em Paris

Quando eu deixei sua pele
A primavera sangrou em Paris

Composição de Christian Lorenz/Christoph Doom Schneider/Oliver Riedel/Paul Landers/Richard Z. Kruspe/Till Lindemann
Colaboração e revisão:

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK