Cifra Club

Aprenda

Solitude

Jerry Cantrell

Solitude

Letra

There's no out, downside up for good
No light, reflection understood
Had to try, perversion satisfied
Insane, so, I indulge the beast awhile

When hurting yourself feels right
And there's nothing familiar in sight
Take the time to pull the weeds
Choking flowers in your life

Or seal your doom
Cold transparent blue
Locked inside a room
In solitude

There's no flesh, my own ghost awaits
Unclean, defiled, hallucinatory state
Lust, sloth, not my only sins
It's just how, when it's time, on a degradation trip, yeah

When hurting yourself feels right
Long gone the will to fight
Take the time to pull the weeds choking flowers in your life

Or seal your doom
Cold transparent blue
Locked inside a room
In solitude
Insanity takes you
So black it's untrue

Não há saída, de cabeça pra baixo pelo bem
Não há luz, reflexo entendido
Tinha que tentar, perversão satisfeita
Insano, então, eu saciei a besta algum tempo

Quando machucar a si mesmo parece certo
E não há nada familiar em vista
Aproveite o tempo para arrancar as ervas
Sufocando flores em sua vida

Ou sele seu castigo
Azul transparente frio
Trancado dentro da sala
Em solitude

Não há corpo, meu próprio fantasma aguarda
Imundo, contaminado, estado alucinatório
Luxúria, preguiça, não são meus únicos pecados
Apenas como, quando for a hora, em uma viagem de degradação, sim

Quando machucar a si mesmo parece certo
Há muito tempo sem vontade para lutar
Aproveite o tempo para arrancar as ervas sufocando flores em sua vida

Ou sele seu castigo
Azul transparente frio
Trancado dentro da sala
Em solitude
A insanidade te dominou
Tão negro que é falso

Composição de Jerry Cantrell
Colaboração e revisão:
  • Augusto Rosa
  • diego sella

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK