Cifra Club

Mujer Latina

Thalía

Mulher Latina

Letra

Chorus
Vengo vengo vengo de caña
vengo vengo vengo del son
tengo tengo tengo en el alma
ritmo ritmo ritmo y sabor

Vengo de raza y de palmera
De campo y de labriego
De caña y de madera
Mi orgullo es ser latina
De mar y cordillera
Ardiente como el fuego
Soy sangre de mi tierra

Soy la hembra sandunguera caliente como un fogon
Dulce cuando me enamoro y entrego mi corazon
Soy la hermana de la rumba de la gaita y del tambor
Del fuego y la sabrosura que llevo en esta cancion
Y te digo

Chorus

Canto al aire y a la noche, a la brisa y al amor
A la sangre de mi tierra le llevo mi inspiracion
Tengo miel tengo pradera tengo raza y luz del sol
Corazon de aventurera de fuego tabaco y ron
Y te digo

Sandunguera - soy sandunguera
Sandunguera - soy parrandera
Sandunguera - pura candela
Sandunguera - si me tocas te quemas
Sandunguera - vengo de caña
Sandunguera - y de palmera
Sandunguera- soy sandunguera
Estoy rebuena

Vengo de raza y de palmera
De campo y de labriego
De can y de madera
Mi orgullo es ser latina
De mar y cordillera
Ardiente como el fuego
Soy sangre de mi tierra

No me gustan las palabras que faltan a la verdad
Llevo cantos en el alma amor a la libertad
Y si entrego mis pasiones no hay barreras para amar
Cuando son dos corazones que se quieren de verdad
Y te digo

Vengo de raza y de palmera
De campo y de labriego
De can y de madera
Mi orgullo es ser latina
De mar y cordillera
Ardiente como el fuego
Soy sangre de mi tierra

Refrão
Venho, venho, venho da cana
Venho, venho, venho do som
Tenho, tenho, tenho na alma
Ritmo, ritmo, ritmo e sabor

Venho da raça e da palmeira
Do campo e da agricultura
Da cana e da madeira
Meu orgulho é ser latina
Do mar e cordilheira
Ardente como o fogo
Sou sangue da minha terra

Sou uma mulher graciosa, quente como um vulcão
Doce quando eu me apaixono e entrego meu coração
Sou irmã da rumba , da gaita e do tambor
Do fogo e da alegria que trago nesta canção
E te digo

Refrão

Canto para o ar e para noite, para a brisa e para o amor
Para o sangue da minha terra,entrego minha inspiração
Tenho mel, tenho campos, tenho raça e luz do sol
tenho raça e luz do sol
Coração de aventureira do fogo, tabaco e rum

Graciosa - sou graciosa
Graciosa - sou da farra
Graciosa - pura candeia
Graciosa - se você me toca se queima
Graciosa - venho da cana
Graciosa - e da palmeira
Graciosa - sou graciosa
Estou deslumbrante

Venho da raça e da palmeira
Do campo e da agricultura
Da cana e da madeira
Me orgulho em ser latina
Do mar e cordilheira
Ardente como o fogo
Sou sangue da minha terra

Não gosto das palavras que não falam a verdade
Levo as músicas na alma e amor a liberdade
E me entrego as paixões não há barreiras para amar
Quando são dois corações que se amam de verdade
E te digo

Venho da raça e da palmeira
Do campo e da agricultura
Da cana e da madeira
Me orgulho em ser latina
Do mar e cordilheira
Ardente como o fogo
Sou sangue da minha terra

Composição: Kike Santander Colaboração e revisão:
  • Nanne
  • Bárbara Lemes

0 comentários

mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK