Notificações Amigos pendentes

      Tião Carreiro e Pardinho

      Herói Sem Medalha

      32.973 exibições
      Tom: E
      
      E|------------------------------------------------------------------|
      B|-2--2-2---2--2--5---5--0---0---0--0--0--3---3--3--3---------------|
      G#|-1--1-1---1--1--5---5--0---0---0--0--0--3---3--3--3---------------|
      E|------------------------------------------------------------------|
      B|------------------------------------------------------------------|
      
           Sou filho do in terior do gran de es ta do mi nei ro
      
      
      E|-2--2--2--2--2---1--2--2------------------------------------------|
      B|-3--3--3--3--3---2--3--3--2---2---2---5--5---5---4--4-------------|
      G#|--------------------------1---1---1---5--5---5---3--3-------------|
      E|------------------------------------------------------------------|
      B|------------------------------------------------------------------|
      
           Fui um herói sem me dalha na pro fis são de car rei ro
      
      
      E|------------------------------------------------------------------|
      B|-4-425--4--4--0---------------0--0--------------------------------|
      G#|-3-3s5--3--3--0--1--0--0---0--0--0---1---0------------------------|
      E|-----------------2--0--0---0---------2---0---2---0---0------------|
      B|---------------------------------------------3---2---2------------|
      
           Pu xan  do to ra do ma to com do ze bois pan ta nei ros
      
      
      E|--------------------------------------------------0-----|
      B|--------------------------------------------------2-----|
      G#|--------------------------------------------------1-----|
      E|----4--4--4---2---0---0----2--2---2---0---0--0----0-----|
      
       B |2s5-5--5--5---3---2---0----3--3---3---2---2--0----2-----|
            Eu  a ju dei des bra var  nos so ser tão bra si leiro
      
      
      E|------------------------------------------------------------------|
      B|----------------------------------------------2---2---2---2-------|
      G#|---------------------------------------0------1---1---1---1-------|
      E|-2--2--2--2s4---2----0---2--2--0---2---0---2----------------------|
      B|-3--3--3--3s5---3----2---3--3--0---3------------------------------|
      
           Sem va i  da  de-eu con fes so do nos so imen so pro gres so
      
                                      b  b  b  b  b  b  b  b  b  b  b  c  b  b  b
      
      E|------------------------0-|-0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0-|
      B|2-----------------------3-|-3--3--3--3--0--0--0--0--2--2--2--2--0--0--2-|
      G#|1---3--1----------------1-|-1--1--1--1--0--0--0--0--1--1--1--1--0--0--1-|
      E|----3--2---3--2--2--2---2-|-2--2--2--2--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0--0-|
      B|-----------5--3--3--3---3-|-3--3--3--3--0--0--0--0--2--2--2--2--0--0--2-|
      
           Eu fui um dos pi o nei ros
      
      Vejam como o destino muda a vida de um homem
      Uma doença malvada minha boiada consome
      Só ficou um boi mestiço que chamava Lobisome
      Por ser preto igual carvão foi que eu pus esse nome
      Em pouco tempo depois eu vendi aquele boi
      Pros filhos não passar fome
      
      Aborrecido com a sorte dali resolvi mudar
      E numa cidade grande com a família fui morar
      Por eu ser analfabeto tive que me sujeitar
      Trabalhar num matador para o pão poder ganhar
      Por eu ser um moço forte nuqueava o gado de corte
      Pros companheiros sangrar
      
      Veja bem a nossa vida como muda de repente
      Eu que as vezes chorava quando um boi ficava doente
      Ali eu era obrigado matar a res inocente
      Mas certo dia o destino me transformou novamente
      O boi da cor de carvão pra morrer nas minhas mãos
      Estava ali na minha frente
      
      Quando eu vi meu boi carreiro não contive a emoção
      Meus olhos encheram d'água e o pranto caiu no chão
      O boi me reconheceu e lambeu a minha mão
      Sem poder salvar a vida do meu boi de estimação
      Pedi a conta fui embora desisti na mesma hora
      Desta ingrata profissão
        Composição: SulinoColaboração e revisão:
        • Beréu
        • Luis Gustavo

        Comentários 1

        140 .
        • kildery viola kildery viola: Em 21/04/2011 16:32

          eiii moda boa d+...
          estava atras dela!!
          vlws

        140 cancelar

        conseguiu tocar?

        covers

        Grave um vídeo tocando Herói Sem Medalha e mande pra gente!

        Ex.: http://www.youtube.com/watch?v=0IvSvIwGdwk
        ver covers de outras músicas »
        0:00 / 0:00

        Capítulos

          1 versão de violão dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de guitarra dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de cavaco dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de teclado dificuldade exibições contribuição e correção
          play/pausefechar subir/descer velocidade
          6ª corda E5ª corda A4ª corda D3ª corda G2ª corda B1ª corda E
            acordes
            publicidade
            fechar
            ok