Cifra Club

Podres Poderes

Caetano Veloso

Cifra: Principal (violão e guitarra)
exibições 116.654
Tom: A
Intro:  A

A
Enquanto   os    homens exercem   seus  podres  poderes
B/A
Motos e fuscas avançam  os  sinais  vermelhos
D                  E7             F#m
E  perdem  os verdes  somos  uns   boçais
A
Queria  querer  gritar setecentas   mil   vezes
B/A
Como  são lindos, como  são lindos os burgueses
D                  E7             F#m
E os japoneses      mas tudo é muito mais
C
Será que nunca faremos senão confirmar 
E7
A  incompetência  da américa católica
F7+                                      Bb7
Que  sempre precisará de  ridículos  tiranos?  
C
Será,  será que ,   que será , que será, que   será
E7
Será  que  essa  minha    estúpida  retórica   
F7+                                                Bb7
Terá que soar,  terá que se ouvir   por mais mil anos?
A
Enquanto  os  homens exercem seus  podres poderes
B/A
Índios, padres e bichas, negros e mulheres
D            E7           F#m
E  adolescentes  fazem o carnaval
A
Queria querer  cantar afinado  com eles 
B/A
Silenciar em respeito ao seu  transe , num êxtase
D                E7             F#m
Ser indecente   mas tudo é muito mau
C
Ou então cada paisano e cada   capataz 
E7
Com  sua burrice fará jorrar sangue demais 
F7+                                            Bb7
Nos  pantanais, nas cidades , caatingas e nos gerais 
C
Será que apenas  os hermetismos pascoais 
E7
E   os tons e   os mil tons, seus sons e   seus dons geniais 
F7+                                              Bb7
Nos salvam, nos  salvarão  dessas  trevas  e nada mais?
A
Enquanto  os homens exercem  seus  podres   poderes
B/A
Morrer  e matar de fome, de raiva e de sede   
D              E7         F#m
São tantas vezes gestos naturais
A
Eu quero aproximar o meu  cantar  vagabundo 
B/A
Daqueles  que velam pela alegria do mundo
D                 E7              F#m
Indo  e   mais  fundo    tins   e bens e tais
C
Será  que   nunca faremos senão confirmar 
E7
A  incompetência da américa católica
F7+                                  Bb7
Que sempre precisará de ridículos tiranos?
C
Será, será que, que será, que será, que será, 
E7
Será que essa minha estúpida retórica 
F7+                                        Bb7        
Terá que soar, terá que se ouvir por mais mil anos?

Solo: A  B/A  D  E7    F#m

C
Ou então cada paisano e cada capataz
E7
Com sua burrice fará jorrar sangue demais 
F7+                                            Bb7
Nos pantanais, nas cidades, caatingas  e nos gerais
C
Será que apenas os hermetismos pascoais 
E7
E os tons e os mil tons, seus sons e seus dons geniais 
F7+                                            Bb7
Nos salvam, nos salvarão dessas trevas e nada mais?
A
Enquanto os homens exercem seus podres poderes
B/A
Morrer e matar de fome de raiva e de sede
D            E7          F#m
São tantas vezes gestos naturais
A
Eu quero aproximar o meu cantar  vagabundo
B/A
Daqueles que velam pela alegria do mundo 
D
Indo  mais fundo
E7           F#m
Tins e bens e tais
D
Tudo mais fundo 
E7           F#m
Tins e bens e tais
D
Tudo mais fundo
E7         F#m
Tins e bens e tais
Acordes para:
    Composição: Caetano Veloso Colaboração e revisão:
    • Alceu Jennings

    0 comentários

    mostrar mais comentários

    Conseguiu tocar?

    9 tocaram 0 ainda não

    Grave um vídeo tocando Podres Poderes e mande pra gente!

    00:00 / 00:00
    outros vídeos desta música
    repetir qualidade Automático
    Outros vídeos desta música
    00:00 / 00:00
    Automático
    OK