Cifra Club

Aprenda

Fuel The Hate

Soulfly

Abasteça o Ódio

Letra

"Monday, July 16, 1945, 5:30 A.M."

Fuel this hate
And you'll never be the same again
Now I'm feeling again and again
Fuel this hate
And you're living on the edge again
Just like we felt back then
Fuel this hate
And you'll never be the same again
When you just don't give a damn
Fuel this hate
And you're living on the edge again
I don't give a damn...

Thrashing
Raging
Fighting
Screamin
Thrashing
Raging
Fighting
Fuel the hate

Fuel this hate
And you'll never be the same again
Now I'm feeling again and again and again
Fuel this hate
And you're living on the edge again
Just like we felt back then
Fuel this hate
And you'll never be the same again
When you just don't give a damn
Fuel this hate
And I'm living on the edge again
I don't give a damn

Thrashing
Raging
Fighting
Screamin
Thrashing
Raging
Fighting
Fuel the hate

Sometimes - suicide - genocide - suicide
I don't give a fuck if I live or die
Sometimes - suicide - genocide - suicide
I don't give a fuck if you live or die
Sometimes - crucified - terrorize - crucified
I don't care about this fucked up life
Sometimes - crucified - terrorize - crucified
I don't care about your fucked up life
Sometimes - suicide - genocide - suicide
I don't give a fuck if I live or die
Sometimes - suicide - genocide - suicide
I don't give a fuck if you live or die
Sometimes - agonize - open arms - agonize
Let the world burn tonight
Sometimes - agonize - sacrifice - agonzie
If it's up to me - sacrifice

Fuel this hate
And you'll never be the same again
Just like we felt back then
Fuel this hate
And you're living on the edge again
Happiness, I don't understand
Fuel this hate
And you'll never be the same again
There is no other way
Fuel this hate
And I'm living on the edge again
Let them feel the pain

Um, Dois, Três, Quatro...
Past the point of no return..
Past the point of no return...

"Você mata porque já nasceu morto
Sangue morto, amaldiçoado
Você mata porque já nasceu morto
Sangue morto, amaldiçoado..."

"Segunda-feira, 16 de julho de 1945, às 5:30"

Abasteça este ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Agora estou me sentindo alguém novamente
Abasteça este ódio
E você está vivendo à beira de novo
Assim como nos sentimos depois de volta
Abasteça este ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Quando você simplesmente não dão a mínima
Abasteça este ódio
E eu estou vivendo à beira de novo
Eu não dou a mínima

Se debatendo
Furioso
Lutando
Gritando
Se debatendo
Furioso
Lutando
Abasteça este ódio

Abasteça este ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Agora estou me sentindo uma e outra vez
Combustível esse ódio
E você está vivendo à beira de novo
Assim como nos sentíamos naquela época
Combustível esse ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Quando você simplesmente não dá a mínima
Combustível esse ódio
E você está vivendo à beira de novo
Eu não dou a mínima

Se debatendo
Furioso
Lutando
Gritando
Se debatendo
Furioso
Lutando
Abasteça este ódio

Às vezes, o suicídio - - genocídio - o suicídio
Eu não dou a mínima se eu viver ou morrer
Às vezes, o suicídio - - genocídio - o suicídio
Eu não dou a mínima se você viver ou morrer
Às vezes - crucificado - aterrorizar - Crucificado
Eu não me importo com essa droga de vida
Às vezes - crucificado - aterrorizar - Crucificado
Eu não me importo com sua merda de vida
Às vezes, o suicídio - - genocídio - o suicídio
Eu não dou a mínima se eu viver ou morrer
Às vezes, o suicídio - - genocídio - o suicídio
Eu não dou a mínima se você viver ou morrer
Às vezes - Agonize - de braços abertos - Agonize
Deixe o mundo queimar hoje à noite
Às vezes - Agonize - sacrifício - Agonize
Se cabe a mim - sacrifício

Abasteça este ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Assim como nos sentíamos naquela época
Combustível esse ódio
E você está vivendo à beira de novo
Felicidade, eu não entendo
Combustível esse ódio
E você nunca será o mesmo outra vez
Não há outra maneira
Combustível esse ódio
E eu estou vivendo no limite de novo
Deixe-os sentir a dor

Um, Dois, Três, Quatro...
Passado o ponto sem retorno...
Passado o ponto sem retorno...

Você mata porque já nasceu morto
Sangue morto amaldiçoado
Você mata porque já nasceu morto
Sangue morto, amaldiçoado...

Composição de Max Cavalera
Colaboração e revisão:
  • Adriana Mari
  • Zonly
3 exibições

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK