Enviar cifraEntrar

Nova Idade Média

14 Bis

Ainda não temos a cifra desta música. Contribua!

Toda vez que a vida me parece sem saída
Eu procuro logo me lembrar
Mágicas palavras de um velho alquimista
Um dia o ouro ao pó retornara

De que vale violência, orgulho, vaidade
Tudo isso o vento varrera
Vai viver a vida no meio da tempestade
Quem não conjugar o verbo amar

Mais de mil histórias tem na cabeça
Em cima da mesa a natureza
Diz que tudo aquilo que ha no planeta
Para ele já perdeu a surpresa

Viver, sorrir, chorar viver, morrer, voltar

(Anos e anos de transmutação da matéria,
Deixaram a humanidade assim.
Na boca da noite, à beira do caos.
É preciso que mil línguas de fogo
Queimem na escuridão,
Para ele entrar de novo em sintonia
Com a felicidade de existir.)

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Composição: Chacal/Flávio Venturini/VermelhoColaboração e revisão:
    • Renato Moretti

    0 comentários

      mostrar mais comentários
      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      • automática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        • automática
        fecharplay/pause subir/descer velocidade
        fechar
        OK