Cifra Club

Como fazer tapping na guitarra: 10 dicas de estudo

O artigo de hoje tem tudo para alavancar a sua técnica, sabe por que? Aqui, vamos explicar detalhadamente como fazer tapping na guitarra!

Guitarrista fazendo a técnica de tapping
Sonoramente e esteticamente, a técnica de tapping é formidável! (Foto/Reprodução/Internet)

Em outras palavras, você vai conferir dicas práticas e objetivas que irão aprimorar o seu recurso de two hands. Dessa forma, você vai dominar os movimentos necessários em muito menos tempo, com um guia bem elaborado.

Então, aqueça os dedos e venha estudar guitarra com a gente!

Como fazer tapping na guitarra? Treine com dicas práticas

Antes de mais nada, se você não conhece essa técnica, recomendamos que dê uma olhada em nosso artigo sobre o que é tapping na guitarra. Assim, você terá o embasamento necessário para aplicar as dicas a seguir, ok?

Além disso, é importante ter em mente que esses macetes não são milagrosos. Então, para surtirem efeito, é preciso que você tenha foco e disciplina.

Uma vez que fizemos esses pequenos avisos, chegou a hora de saber, de fato, como fazer tapping na guitarra!

Prepare o ambiente

Primeiramente, se você quer treinar guitarra pra valer, é preciso realizar uma série de ações importantes. Em seguida, acompanhe alguns pontos essenciais:

  • Prepare a sua mente para enfrentar desafios;
  • Organize o espaço de forma que facilite os estudos;
  • Estabeleça um cronograma, com horários de início e término;
  • Tenha um metrônomo sempre por perto;
  • Grave a execução, para perceber os erros. 

Assim, você criará um contexto favorável à evolução na guitarra. Ou seja, diminuirá as chances de perder o foco e, consequentemente, desanimar de seguir em frente.

Enfim, quando falamos de estudar guitarra, a chave do sucesso é organização e persistência!

Compreenda o movimento básico de tapping

Ok, agora falando especificamente de como fazer tapping na guitarra, você precisa assimilar o conceito da técnica antes de tudo. Vamos lá: o recurso consiste em tocar a nota com a mão direita (no caso dos destros).

Como resultado, o músico fica com as duas mãos na escala, por isso o tapping tem o nome alternativo de two hands. Na prática, você precisa fazer ligados para que as notas soem corretamente. Então, é necessário estar com o hammer on e o pull off em dia, beleza?

Descubra o melhor dedo

Aqui, o conforto é quem manda. Há guitarristas que preferem usar o dedo médio para martelar as notas, enquanto outros acham melhor utilizar o indicador. Há até quem curte apertar as cordas com a palheta mesmo!

Então, você precisa experimentar as diversas opções para descobrir qual movimento é mais natural para a sua maneira de tocar. Tome uma decisão antes de entrar de cabeça nos treinos. Caso contrário, você ficará tentado a mudar a forma de tocar a todo momento, prejudicando a sua evolução.

Em seguida, note como o renomado guitarrista brasileiro Kiko Loureiro, da banda Megadeth, executa a técnica de tapping:

Atente-se à postura

Como o tapping é uma técnica que exige precisão e envolve as duas mãos, é preciso ter cuidado com a postura. Assim, se você toca com palheta, precisará “guardá-la” entre os dedos enquanto realiza o two hands. Cuidado para não deixar a palheta cair!

Ao mesmo tempo, você tem de achar a melhor posição para a mão direita. Se você observar vários guitarristas, verá que cada um toca de um jeito: uns encostam o dedão em cima do braço do instrumento, e outros o apoiam na escala ou até deixam a mão totalmente suspensa.

Por fim, a mão esquerda pode realizar alguns papéis adicionais, incluindo o abafamento das cordas que não estão sendo tocadas. Para isso, você pode usar o dedão e até o indicador, anotou aí?

Regule o timbre de forma adequada

Regra de ouro para estudar tapping na guitarra: não abuse da distorção e não adicione efeitos! Sim, é muito divertido executar two hands com bastante drive e delay, por exemplo. Porém, quando estiver treinando, lembre-se de que menos é mais.

Então, utilize um drive leve ou mesmo som limpo. Assim, você conseguirá perceber os erros e ajustar a força da martelada de maneira mais eficaz.

Mais tarde, quando estiver com a técnica de tapping na ponta dos dedos, você estará livre para regular o som da maneira mais divertida possível, nós garantimos.

Comece pela mizinha

Fazer two hands na primeira corda é mais fácil, você sabia? Isso porque, ao martelar a nota com a mão que segura a palheta, você pode fazer o movimento de ligado para baixo, sem esbarrar em outra corda.

Portanto, essa é uma ótima maneira de começar a treinar tapping. Em seguida, você pode conferir um exercício que segue esse raciocínio (veja a partir de 5:03):

Treine licks com várias cordas

Agora que você está mais confiante, é hora de treinar licks que utilizam tapping em mais cordas. Nesse sentido, você terá a grande missão de executar a técnica de forma limpa e certeira.

Em outras palavras, no começo, você vai esbarrar em outras cordas, gerando ruídos que sujam a técnica. É normal. Assim, corrija a postura aos poucos, até que a sonoridade do tapping se torne bem nítida.

Aprenda músicas conhecidas

Uma vez que você treinou vários exercícios diferentes de tapping na guitarra, é hora de tirar músicas que utilizam a técnica. Dessa forma, deixamos aqui três sugestões de videoaulas para você. Confira!

Crazy Train — Ozzy Osbourne

O solo de Crazy Train se tornou uma passagem clássica do rock pesado muito por conta da técnica de tapping. O recurso é empregado com bastante veemência, mas nada que você não dê conta! Veja como tocar a partir de 30:03:

Jump — Van Halen

Eddie Van Halen é o mago do tapping, portanto aqui está um solo muito bacana para você pegar. Repare que um lick específico de Jump exige a realização de two hands, que é feito em mais de uma corda. Nosso professor Vinícius Dias mostra direitinho no vídeo abaixo:

Always With Me, Always With You — Joe Satriani

Satriani é outro guitarrista que usa e abusa da técnica de two hands. Então, se você quer saber como fazer tapping na guitarra como um verdadeiro mestre, basta tirar a música Always With Me, Always With You:

Implemente o tapping em seus improvisos

Ok, seus dedos já dominam os movimentos do tapping. Então, esse é o momento em que você deve incorporar a técnica em seu modo de tocar. Logo de cara, a aplicação do recurso pode parecer forçada, porém, com a prática, o tapping ficará cada vez mais natural ao seu fraseado.

Assim, em seus estudos, reserve um tempo para improvisos. Você pode colocar uma backing track para tocar e deixar as ideias fluírem. Aí, quando achar pertinente, emende algumas frases com tapping.

Você verá que o recurso vai gerar uma sonoridade impactante! Sem dúvida, o two hands é uma ótima carta na manga para embelezar qualquer solo.

Tenha paciência

Definitivamente, é preciso ter paciência e perseverança quando estudamos tapping e outras técnicas de guitarra. Afinal, não é do dia para a noite que nossos dedos irão obedecer aos comandos do cérebro, não é mesmo?

É preciso tempo e prática para que os movimentos sejam assimilados pelo nosso corpo. Então, nada de desânimo com as dificuldades! Siga o plano traçado inicialmente, custe o que custar. Você colherá os frutos do seu esforço, pode apostar!

Aprimore outras técnicas de guitarra com o Cifra Club Academy

Esperamos que você tenha curtido essas dicas de como fazer tapping na guitarra. Temos convicção de que, ao incorporar esses macetes em sua rotina de estudos, você verá resultados positivos em pouco tempo.

Por fim, se você quer mergulhar ainda mais fundo no estudo do instrumento, aqui vai uma dica extra. Junte-se ao Cifra Club Academy, a nossa plataforma de cursos online!

Lá, você conta com um método super completo, desenvolvido pelos nossos melhores professores. Ou seja, você vai evoluir de forma gradual, sem lacunas de conhecimento.

Além disso, você pode assistir às aulas quando e de onde quiser, por um preço que cabe no seu bolso. Então, não perca essa oportunidade e se torne um aluno agora mesmo!

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK