Cifra Club

Canção Noturna

Skank

Cifra: Simplificada
exibições 128.935
Tom: C
Intro 2x: Am  G

Primeira parte:

Am
   Misterioso luar de fronteira

Derramando no espinhaço quase um mar
G
  Clareando a aduana
      Am
Venezuela donde estás
                           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar

         Am
Minha camisa estampada com o rosto de Elvis
G                             Am
  A minha guitarra é minha razão

Minha sorte anunciada misteriosamente
   G
A lua sobre nada

Refrão:
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
   Dm                                C
Espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui
   Dm                                C       Am  G
Espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui

Segunda parte:

         Am
Vem mamacita doida e meiga
                    G
Sempre o âmago dos fatos
                             Am
Minha guerra e as flores do cactos
                     G
Poema, cinema, trincheira
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar

    Am                             G
Um cego na fronteira, filósofo da zona
                        Am
Me disse que era um dervixe
                      G
Eu disse pra ele camarada
                                         Am   G
Eu acredito em tanta coisa que não vale nada

              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
   Dm                                C
Espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui
   Dm                                C
Espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui

Am  G  Am  G  F7M  G

Refrão Final:
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar

Velejando, viajando, sol quarando
        Am                    C
Meu querer, meu dever, meu devir
               G
E eu aqui a comer poeira

Que o sol deixará

              Am           C     G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
              Am           C                  G
Não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar

Final:

Am  C  G  Am  C  G  Am  C  G
Acordes para:
    Colaboração e revisão:

    0 comentários

      mostrar mais comentários

      Conseguiu tocar?

      21tocaram0ainda não

      Grave um vídeo tocando Canção Noturna e mande pra gente!

      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        Capítulos
        • Início
        • Acordes da música
        • Tocando a música
        • Tocando Introdução
        • Ensinando Ritmo da música
        • Encerramento
        OK