Enviar cifraEntrar

Encontro

Oficina G3

Cifra: Principal
exibições 82.628
Tom: C
AFINAÇÃO:DADGAD
INTRO:         (Obs:Violão em DADGAD)

      (4x)


E|-0-0-0--0-0-0--0-0----0-0-0-0---0-0-0-0-0---------|
A|-0-0-0--0-0-0--0-0----0-0-0-0---0-0-0-0-0---------|
G|-5-5-5--7-7-7--10-10--5-5-5-5---7-7-7-7-7---------|
D|-x-x-x--x-x-x--10-10--5-5-5-5---7-7-7-7-7---------|
A|-3-3-3--5-5-5--x-x-3--x-x-x-x---x-x-x-x-x---------|
D|-0-0-0--0-0-0--8-8-3--3-3-3-3---5-5-5-5-5---------|


D            Bb     Gm     D
O que vou dizer sem ter a quem dizer?
D           Bb      Gm     D
O que posso ter sem nada oferecer?
Bm                Bb    Gm
Te vendo ao meu lado entendo… (INTRO)

D            Bb     Gm     D
O que vou dizer sem ter a quem dizer?
D           Bb      Gm     D
O que posso ter sem nada oferecer?
Bm                Bb    Gm
Te vendo ao meu lado entendo…

Bm           G           D/F#            A9
Que neste encontro não existe mais o eu
        Bm         G        D/F#              A9   (INTRO)
Passa a existir o nós, dividindo o que não é mais meu

D           Bb     Gm       D
Como posso ser, se não sou sem você
D                  Bb     Gm     D
O pai, o filho e o espírito mostrou
Bm                 Bb     Gm     D
Que juntos somos um em uma direção
               Bb     Gm
Essa união nos dá sentido

Bm           G           D/F#            A9
Que neste encontro não existe mais o eu
        Bm         G        D/F#              A9
Passa a existir o nós, dividindo o que não é mais meu

Dm
E se você partir, leve um pouco de mim
F
E plante em seu jardim
C
Pois o que me deixou
G
Me transformou e nos aproximou

SOLO: D - A - Bb - G

POESIA: Bb - C - Dm - C
Dedilhado: Fica repetindo até o fim da poesia

D|-x--x--x--x---x---x---x---x---x---------------------|
A|-x--x--x--x---x---x---x---x---x---------------------|
G|-x--x--x--x---x---x---x---x---x---------------------|
D|-10-10-9--9---10--15--14--10--12--3-5-5-5-3-3-5-7-8-|
A|-8--8--10-10--10--0---0---0---0---3-----------------|
D|-8--8--10-10--10--0---0---0---0---3-----------------|



Um nó, dois nós
Eu, mais um ou mais, um ser simplesmente
O eu poético do verdadeiro encontro
Nó, no plural, nós
Se o nó é na garganta e um de nós aflito
O outro sossegado, erudito, tem o antídoto
E assim, sucessiva, alternada
E alternativamente, amigos
Do saber, no lazer, no ócio e no labor
Buscando o equilíbrio, temperante
Dás-me que dou-to todo meu ser
Todo meu querer ser
Todo ouvido, havendo ouvido
E por seus conteúdos movido
Cada indivíduo vai e ver vir ávido dizer...
Conte comigo!

(B   C  Dm ) (PASSAGEM: A9)

Práxis edificante

Bm           G           D/F#            A9
Que neste encontro não existe mais o eu
        Bm         G        D/F#              A9
Passa a existir o nós, dividindo o que não é mais meu
Bm           G           D/F#            A9
E neste encontro não existe mais o eu
        Bm         G        D/F#              A9
Passa a existir o nós, dividindo o que não é mais meu (INTRO)
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Acordes para:

      0 comentários

        mostrar mais comentários

        Conseguiu tocar?

        14tocaram0ainda não

        Grave um vídeo tocando Encontro e mande pra gente!

        00:00 / 00:00
        outros vídeos desta música
        repetirqualidadeautomática
        • automática
        Outro vídeos desta música
          00:00 / 00:00
          automática
          • automática
          Acordes para:violão e guitarra
          dificuldadeexibiçõescontribuições
          1 versão de Guitar Proformatodownloadscontribuição
          fecharplay/pause subir/descer velocidade
            acordes
            fechar
            OK
            Feedback